Pesquisar no Blog

AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL SAIBA MAIS! @Marcostaddeu Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427 e-mail: santuariodejacarei@gmail.com BLOG OFICIAL

5 de abr de 2012

A NOVENA À DIVINA MISERICÓRDIA (inicia-se na Sexta-feira Santa)


A NOVENA À DIVINA MISERICÓRDIA(O DIÁRIO de Santa Irmã Faustina)


NOVENA à Misericórdia Divina que Jesus me mandou escrever e rezar antes da Festa da Misericórdia começa na sexta-feira santa.

Desejo que, durante estes nove dias, conduzas as almas à fonte da Minha misericórdia, a fim de que recebam força, alívio e todas as graças de que necessitam nas dificuldades da vida e, especialmente na hora da morte. Cada dia conduzirás ao Meu Coração um grupo diferente de almas e as mergulharás nesse oceano da Minha misericórdia. Eu conduzirei todas essas almas à Casa de Meu Pai. Procederás assim nesta vida e na futura. Por Minha parte, nada negarei àquelas almas que tu conduzirás à fonte da Minha misericórdia. Cada dia pedirás a Meu Pai, pela Minha amarga Paixão, graças para essas almas.

O Senhor me disse para rezar o Terço da misericórdia
por nove dias antes da Festa da Misericórdia (…)
Através desta novena concederei às almas toda espécie de graças” (Diário 796).




851. 28-12-1936. Hoje comecei uma novena à Misericórdia Divina, isto é, transporto-me, em espírito, para diante da Imagem e recito o Terço que o Senhor me ensinou. No segundo dia da novena,vi essa Imagem, como se estivesse viva,com inúmeros votos pendurados em volta, e vi grandes multidões de pessoas que vinham por aí, muitas delas radiantes de felicidade. Ó Jesus, com que alegria pulsou o meu coração!Estou fazendo essa novena na intenção de duas pessoas, isto é, o Arcebispo e o Padre Sopocko.
Peço ardentemente a Deus que inspire o Arcebispo para que se digne aprovar aquele terço tão agradável a Deus e também a Imagem, a fim de que não adie e não atrase esta obra...

1059. Jesus me manda fazer uma novena antes da festa da Misericórdia e, hoje devo começa-la,pedindo a conversão do mundo inteiro e o conhecimento da misericórdia de Deus: - Que toda alma glorifique a minha bondade. - Desejo a confiança das minhas criaturas; exorta as almas a uma grande confiança na minha inconcebível Misericórdia. Que a alma fraca, pecadora, não tenha medo de se aproximar de mim,pois, mesmo que os seus pecados fossem mais numerosos que os grãos de areia da Terra,ainda assim seriam submersos no abismos da minha Misericórdia.

1379. 10-11-1937 Quando a Madre me mostrou o livrinho no qual estão o Terço, a Ladainha
e a Novena, pedi-lhe que me deixasse para dar uma olhada.Enquanto o estava olhando, Jesus me deu um conhecimento interior (e disse): - Já há almas atraídas ao meu amor através da Imagem. A minha Misericórdia atua nas obras através desta obra. Conheci que muitas almas obtiveram a graça de Deus.

A NOVENA À DIVINA MISERICÓRDIA(O DIÁRIO de santa Irmã Faustina)

"NOVENA à Misericórdia Divina que Jesus me mandou escrever e rezar antes da Festa da Misericórdia (veja Festa da Misericórdia). Começa na sexta-feira santa.
Desejo que, durante estes nove dias, conduzas as almas à fonte da Minha misericórdia, a fim de que recebam força, alívio e todas as graças de que necessitam nas dificuldades da vida e, especialmente na hora da morte. Cada dia conduzirás ao Meu Coração um grupo diferente de almas e as mergulharás nesse oceano da Minha misericórdia. Eu conduzirei todas essas almas à Casa de Meu Pai. Procederás assim nesta vida e na futura. Por Minha parte, nada negarei àquelas almas que tu conduzirás à fonte da Minha misericórdia. Cada dia pedirás a Meu Pai, pela Minha amarga Paixão, graças para essas almas.

TERÇO DA MISERICÓRDIA MEDITADO



Terço

Oração inicial

Vós morrestes Jesus mais uma fonte de vida jorrou para as almas, e abriu-se um mar de Misericórdia para o mundo, ó fonte de vida inescrutável Misericórdia Divina, envolvei o mundo todo e derramai-vos sobre nós.

Nas três primeiras contas
Ó sangue e água, que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em vós

Reza-se: Um Pai-Nosso,uma Ave-maria e o Credo

Nas contas grandes
Eterno Pai eu vos ofereço o sangue e água, alma e divindade de Vosso Diletíssimo Filho Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro

Nas contas pequenas
Pela sua Dolorosa Paixão, tende Misericórdia de Nós e do mundo inteiro

Nas três ultimas contas
Deus Santo, Deus Forte, Deus imortal tende Misericórdia de Nós e do mundo inteiro

Oração Final
Ó Deus Eterno em quem a Misericórdia é insondável e tesouro da compaixão é inesgotável olhai propicio para nós e multiplicai em nós a vossa misericórdia, para que não desesperemos nos momentos difícies e nem esmoreçamos, mas nos submetamos com grande confiança a vossa Santa Vontade que é o Amor e a própria Misericórdia AMEM.

Primeiro dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me a humanidade inteira, especialmente todos os pecadores e mergulha-os no oceano da minha Misericórdia. Com isso Me consolarás na amarga tristeza em que Me afunda a perda das almas.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, de quem é próprio ter compaixão de nós e nos perdoar, não olheis os nossos pecados, mas a confiança que depositamos em Vossa infinita bondade. Acolhei-nos na mansão do vosso compassivo Coração e nunca nos deixeis sair dele. Nós vo-lo pedimos pelo amor que Vos une ao Pai e ao Espírito Santo.
Eterno Pai, olhai com misericórdia para toda humanidade, encerrada no Coração compassivo de Jesus, mas especialmente para os pobres pecadores. Pela Sua dolorosa Paixão, mostrai-nos a Vossa Misericórdia, para que glorifiquemos a onipotência da Vossa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.


Segundo dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me as almas dos sacerdotes e religiosos e mergulha-as na minha insondável Misericórdia. Elas Me deram força para suportar a amarga Paixão. Por elas, como por canais, corre para a humanidade a minha Misericórdia.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, de quem provém tudo que é bom, aumentai em nós a graça, para que pratiquemos dignas obras de misericórdia, a fim de que aqueles que olham para nós, glorifiquem o Pai da Misericórdia que está no Céu.
Eterno Pai, dirigi o olhar da vossa Misericórdia para a porção eleita da vossa vinha: para as almas dos sacerdotes e religiosos. Concedei-lhes o poder da vossa bênção e, pelos sentimentos do Coração de vosso Filho, no qual estão encerradas, dai-lhes a força da vossa luz, para que possam guiar os outros nos caminhos da salvação e juntamente com eles cantar a glória da vossa insondável Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.

Terceiro dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me todas as almas piedosas e fiéis e mergulha-as no oceano da minha Misericórdia. Estas almas consolaram-Me na Via-sacra; foram aquela gota de consolações em meio ao mar de amarguras.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, que concedeis prodigamente a tods as graças do tesouro da vossa Misericórdia, acolhei-nos na mansão do vosso compassivo Coração e não nos deixeis sair dele pelos séculos; suplicamo-Vos pelo amor inconcebível de que está inflamado o vosso Coração para com o Pai Celestial.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas fiéis, como a herança do vosso Filho. Pela sua dolorosa Paixão concedei-lhes a vossa bênção e cercai-as da vossa incessante proteção, para que não percam o amor e o tesouro da santa fé, mas com toda a multidão dos Anjos e dos Santos glorifiquem a vossa imensa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.

Quarto dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me os pagãos e aqueles que ainda não Me conhecem e nos quais pensei na minha amarga Paixão. O seu futuro zelo consolou o meu Coração. Mergulha-os no mar da minha Misericórdia.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, que sois a luz de todo o mundo, aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas dos pagãos que ainda não Vos conhecem. Que os raios da vossa graça os iluminem para que também eles, juntamente conosco, glorifiquem as maravilhas da vossa Misericórdia e não os deixeis sair da mansão do vosso compassivo Coração.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas dos pagãos e daqueles que ainda não Vos conhecem e que estão encerrados no Coração compassivo de Jesus. Atraí-as à luz do Evangelho. Essas almas não sabem que grande felicidade é amar-Vos. Fazei com que também elas glorifiquem a riqueza da vossa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.

Quinto dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me as almas dos Cristãos separados da Unidade da Igreja e mergulha-as no mar da minha Misericórdia. Na minha amarga Paixão dilaceravam o meu Corpo e o meu Coração, isto é, a minha Igreja. Quando voltam à unidade da Igreja, cicatrizam-se as minhas Chagas e dessa maneira eles aliviam a minha Paixão.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus que sois a própria Bondade, Vós não negais a luz àqueles que Vos pedem, aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas dos nossos irmãos separados, e atraí-os pela vossa luz à unidade da Igreja e não os deixeis sair da mansão do vosso compassivo Coração, mas fazei com que também eles glorifiquem a riqueza da vossa Misericórdia.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas dos nossos irmãos separados que esbanjaram os vossos bens e abusaram das vossas graças, permanecendo teimosamente nos seus erros. Não olheis para os seus erros, mas para o amor do vosso Filho e para a sua amarga Paixão, que suportou por eles, pois também eles estão encerrados no Coração compassivo de Jesus. Fazei com que também eles glorifiquem a vossa Misericórdia por toda a eternidade. Amém.

Sexto dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me as almas mansas, assim como as almas das criancinhas, e mergulha-as na minha Misericórdia. Estas almas são as mais semelhantes ao meu Coração. Elas reconfortaram-Me na minha amarga Paixão da minha agonia. Eu as vi quais anjos terrestres que futuramente iriam velar junto aos meus altares. Sobre elas derramo torrentes de graças. Só a alma humilde é capaz de aceitar a minha graça; às almas humildes favoreço com a minha confiança.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, que dissestes: "Aprendei de Mim que sou manso e humilde de coração", aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas mansas e humildes e as almas das criancinhas. Estas almas encantam o Céu todo e são a especial predileção do Pai Celestial, são como um ramalhete diante do trono de Deus, com cujo perfume o próprio Deus se deleita. Estas almas têm a mansão permanente no Coração compassivo de Jesus e cantam sem cessar um hino de amor e misericórdia pelos séculos.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas mansas e humildes e para as almas das criancinhas, que estão encerradas na mansão compassiva do Coração de Jesus. Estas almas são as mais semelhantes a vosso Filho; o perfume destas almas eleva-se da Terra e alcança o vosso trono. Pai de Misericórdia e de toda bondade, suplico-Vos pelo amor e predileção que tendes para com estas almas, abençoai o mundo todo, para que todas as almas cantem juntamente a glória à vossa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.

Sétimo dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me as almas que veneram e glorificam de maneira especial a minha Misericórdia e mergulha-as na minha Misericórdia. Estas almas foram as que mais sofreram por causa da minha Paixão e penetraram mais profundamente no meu espírito. Elas são a imagem viva do meu Coração compassivo. Estas almas brilharão com especial fulgor na vida futura. Nenhuma delas irá ao fogo do Inferno; defenderei cada uma delas de maneira especial na hora da morte.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, cujo Coração é o próprio amor, aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas que honram a glorificam de maneira especial a grandeza da vossa Misericórdia. Estas almas tornadas poderosas pela força do próprio Deus, avançam entre penas e adversidades, confiando na vossa Misericórdia. Estas almas estão unidas com Jesus e carregam sobre os seus ombros a humanidade toda. Elas não serão julgadas severamente, mas a vossa Misericórdia as envolverá no momento da morte.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas que glorificam e honram o vosso maior atributo, isto é, a vossa inescrutável Misericórdia; elas estão encerradas no Coração compassivo de Jesus. Estas almas são o Evangelho vivo e as suas mãos estão cheias de obras de misericórdia; suas almas repletas de alegria cantam um hino de misericórdia ao Altíssimo. Suplico-Vos, ó Deus, mostrai-lhes a vossa Misericórdia segundo a esperança e confiança que em Vós colocaram. Que se cumpra nelas a promessa de Jesus, que disse: "As almas que veneram a minha insondável Misericórdia, Eu mesmo as defenderei durante a vida, especialmente na hora da morte, como minha glória. Amém.

Oitavo dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me as almas que se encontram na prisão do Purgatório e mergulha-as no abismo da minha Misericórdia; que as torrentes do meu Sangue refresquem o seu ardor. Todas estas almas são muito amadas por Mim, pagam as dívidas à minha Justiça. Está em teu alcance trazer-lhes alívio. Tira do tesouro da minha Igreja todas as indulgências e oferece-as por elas. Oh, se conhecesses o seu tormento, incessantemente oferecerias por elas a esmolas do espírito e pagarias as suas dívidas à minha Justiça.
[Oração de Santa Faustina]
Misericordiosíssimo Jesus, que dissestes que quereis misericórdia, eis que estou trazendo à mansão do vosso compassivo Coração as almas do Purgatório, almas que Vos são muito queridas e que no entanto devem dar reparação à vossa Justiça; que as torrentes de Sangue e Água que brotaram do vosso Coração apaguem as chamas do fogo do Purgatório, para que também ali seja glorificado o poder da vossa Misericórdia.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas que sofrem no Purgatório e que estão encerradas no Coração compassivo de Jesus. Suplico-Vos que, pela dolorosa Paixão de Jesus, vosso Filho, e por toda a amargura de que estava inundada a sua Alma santíssima, mostreis vossa Misericórdia às almas que se encontram sob o olhar da vossa Justiça; não olheis para elas de outra forma senão através das Chagas de Jesus, vosso Filho muito amado, porque nós cremos que a vossa bondade e Misericórdia são incomensuráveis. Amém.

Nono dia
[As palavras de Jesus]
Hoje traze-Me as almas tíbias e mergulha-as no abismo da minha Misericórdia. Estas almas ferem mais dolorosamente o meu Coração. Foi da alma tíbia que a minha Alma sentiu repugnância no Horto. Elas levaram-Me a dizer: Pai afasta de Mim este cálice, se assim for a vossa vontade. Para elas, a última tábua de salvação é recorrer a minha Misericórdia.
[Oração de Santa Faustina]
Ó compassivo Jesus, que sois a própria Compaixão, trago à mansão do vosso compassivo Coração as almas tíbias; que se aqueçam no fogo do vosso amor puro estas almas geladas, que, semelhantes a cadáveres, Vos enchem de tanta repugnância. Ó Jesus, muito compassivo, usai a onipotência da vossa Misericórdia e atraí-as até ao fogo do vosso amor e concedei-lhes o amor santo, porque Vós tudo podeis.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas tíbias e que estão encerradas no Coração compassivo de Jesus. Pai de Misericórdia, suplico-Vos pela amargura da Paixão do vosso Filho e por sua agonia de três horas na Cruz, permiti que também elas glorifiquem o abismo da vossa Misericórdia. Amém.

796. O Senhor me disse para rezar o Terço da Misericórdia por nove dias antes da Festa da Misericórdia. Devo começar na Sexta-feira Santa.Através desta novena concederei às almas toda espécie de graças.

- Terço

474. No dia seguinte, na sexta-feira 13-09-1035
À noite, quando me encontrava na minha cela,vi o anjo executor da ira de Deus. Estava, vesido de branco, o rosto radiante e uma nuvem ao seus pés. Da nuvem saíam trovões e relâmpagos para as suas mãos e delas só então atingiam a Terra. Quando vi esse sinal da ira de Deus, que deveria atingir a Terra, e especialmente um determinado lugar que não posso mencionar or motivos bem compreensíveis, comecei a pedir ao Anjo que se detivesse por alguns momentos, pois o mundo faria penitência. Mas o meu pedido de nada valeu perante a ira de Deus. E foi nesse instante que vi a Santíssima Trindade. A grandeza da sua majestade transpassou-me profundamente e eu não ousava repetir a minha súplica. Porém, nesse mesmo momento senti em mim a força da graça de Jesus que reside na minha alma; e, quando me veio a consciência dessa graça, imediatamente fui arrebatada até o Trono de Deus. Oh! como é grande o Nosso Senhor e Deus, e como é inconcebível a sua Santidade! E nem sequer vou tentar descrever essa grandeza, porque em breve todos o veremos como Ele é. Comecei, então, suplicar a Deus pelo Mundo com palavras ouvidas interiormente.
Quando assim rezava, vi a impossibilidade do Anjo em poder executar aquele justo castigo, merecido por causa dos pecados. Nunca tinha rezado com tanta força interior como naquela ocasião.
475. As palavras com que suplicava a Deus eram as seguintes: Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a divindade de Vosso Diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro; pela sua Dolorosa Paixão, tende Misericórdia de nós.
476. No dia seguinte pela manhã, quando entrei na nossa capela, ouvi interiormente estas palavras: Toda vez que entrares na capela, reza logo essa oração que te ensinei ontem.Quando rezei essa oração, ouvi na alma estas palavras: Essa oração serve para aplacar a minha ira. Tu a recitarás por nove dias, por meio do Terço do Rosário, da seguinte maneira: Primeiro dirás o "Pai Nosso", a "Ave Maria" e o Credo. Depois, nas contas de "Pai Nosso"dirás as seguintes palavras: "Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade de Vosso Diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro." Nas contas de Ave Maria rezarás as seguintes palavras: "Pela sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro". No fim, rezarás três vezes estas palavras: "Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro".

687. Em determinado momento, quando eu estava passando do corredor para a cozinha, ouvi na alma estas palavras: Recita, sem cessar, este Terço que te ensinei todo aquele que o recitar alcançara grande misericórdia na hora da sua morte.
Os sacerdotes o recomendarão aos pecadores como a última tábua de salvação. Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este Terço uma só vez, alcançará a graça da minha infinita Misericórdia. Desejo que o mundo todo conheça a Minha Misericórdia. Desejo conceder graças inconcebíveis às almas que confiam na minha Misericórdia.

714. + Hoje o Senhor me disse: - Vai falar com a superiora e diz que desejo que todas as Irmãs e educandas rezem esse Terço que te ensinei. Devem rezá-lo por nove dias na capela, com o fim de pedir perdão a Meu Pai e suplicar a Misericórdia de Deus para a Polônia, - Respondi ao Senhor que falaria disso à Superiora, mas primeiro teria que me entender com Frei Andrasz. Decidi que, logo que Frei Andrasz viesse, falaria com ele sobre o assunto.

810. No dia seguinte, já depois do meio-dia,quando entrei na sala vi uma pessoa agonizante e soube que a agonia tinha começado de noite. Como verifiquei, foi na hora em que me pediram orações. De repente ouvi na alma a voz: Reza o Terço da Misericórdia que te ensinei. Corri buscar o Terço, ajoelhei-me junto da agonizante e comecei a rezar esse Terço,com todo o fervor do Espírito. De repente, a agonizante abriu os olhos e olhou para mim; eu mal tivera tempo de rezar todo o Terço, quando ela expirou numa paz extraordinária. Pedi ardentemente ao Senhor que cumprisse a promessa que me tinha feito pela recitação desse Terço. O Senhor me deu a conhecer que aquela alma tinha obtido a graça que Ele me prometera. Esta alma foi a primeira em que se cumpriu a promessa do Senhor. Senti o poder da misericórdia que envolveu aquela alma.
811.Quando entrei no meu quarto, ouvi estas palavras: Defendo toda alma que recitar esse Terço na hora da morte, como se fosse a minha própria Glória, ou quando outros o recitarem junto a uma agonizante, eles conseguirão a mesma indulgência. Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma e abrem-se as entranhas da Minha Misericórdia, movidas pela dolorosa Paixão do Meu Filho.
Oh! se todos conhecessem como é grande a misericórdia do Senhor e como todos nós precisamos d'Ela, especialmente nessa hora decisiva.

848. Enquanto recitava esse Terço, ouvi uma voz: Oh! que grandes graças concederei às almas que recitarem este Terço. As entranhas da Minha Misericórdia comovem-se por aqueles que recitam este Terço. Anota estas palavras, Minha filha, fala ao mundo da Minha Misericórdia, que toda a humanidade conheça a Minha insondável misericórdia. Este é o sinal para os últimos tempos; depois dele virá o dia justiça.
Enquanto é tempo, recorram à fonte da Minha Misericórdia, tirem proveito do Sangue e da Água que jorraram para eles. - Ó almas humanas, onde vos escondereis no dia da ira de Deus? Recorrei agora da fonte da misericórdia de Deus. Oh! que grande número de almas vejo! - que glorificaram a misericórdia divina e cantarão o cântico de glória pelos séculos.

851. 28-12-1936 Hoje comecei uma novena à Misericórdia Divina, isto é, transporto-me, em espírito, para diante da Imagem e recito o Terço que o Senhor me ensinou. No segundo dia da novena, vi essa Imagem, como se estivesse viva, com inúmeros votos pendurados em volta, e vi grandes multidões de pessoas que vinham por aí, muitas delas radiantes de felicidade. Ó Jesus, com que alegria pulsou o meu coração! Estou fazendo essa novena na intenção de duas pessoas, esto é, o Arcebispo e o Padre Sopocko. Peço ardentemente a Deus que inspire o Arcebispo para que se digne aprovar aquele Terço tão agradável a Deus e também a Imagem, a fim de que não adie e não atrase esta obra...

926. 9-02-1937. Terça-feira gorda Nestes dois últimos dias de carnaval tive a experiência da enorme torrente de castigos e pecados. o Senhor me deu a conhecer, num instante, os pecados do mundo inteiro cometidos neste dia. Desfaleci de terror e, apesar de conhecer toda a profundeza da Misericórdia de Deus permitia que a humanidade existia. E o Senhor me deu a conhecer quem sustenta a existência da Humanidade: são as almas escolhidas. Quando se completar o numero dos escolhidos. o Mundo cessará.

1035. + Hoje de noite, estava morrendo um homem jovem ainda, mas sofria terrivelmente. Comecei a rezar por ele o Terço que o Senhor me ensinou. Rezai-o todo, no entanto, a agonia se prolongava. Queria começar a Ladainha de Todos os Santos,mas, de repente, ouvi estas palavras: Reza o Terço.Compreendi que essa alma estava necessitando de uma grande ajuda de oração e de grande misericórdia. Fechei-me no quarto, prostei-me de braços estendidos diante de Deus, mendigando Misericórdia para essa alma. Então, senti a Grande majestade de Deus e a sua grande justiça. Eu estava tremendo de terror, mas cessava de suplicar a Deus Misericórdia para essa alma. Tirei depois o crucifixo do meu peito, o pequeno crucifixo dos votos, e os coloquei no peito do moribundo, e disse ao Senhor: "Jesus, olhai para esta alma com o mesmo amor com que olhastes para o meu holocausto no dia dos votos perpétuos e, em virtude da promessa que me fizestes para os moribundos e para aqueles que pedirem a Vossa Misericórdia para eles,..."e o agonizante deixou de atormentar-se. Morreu tranquilamente. Oh! como devemos rezar pelos agonizantes! Aproveitemos a Misericórdia, enquanto é tempo de compaixão.
1036. + Conheço cada vez melhor o quanto toda alma necessita da misericórdia de Deus ao longo de toda a vida, mas especialmente na hora da morte. Esse Terço é para aplacar a ira de Deus, como ele próprio me disse.

1128. 22-05-1937 Hoje está fazendo tanto calor que é difícil de aguentar. Desejamos chuva e, no entanto, não chove. Há alguns dias o céu se cobriu de nuvens, mas a chuva não chegou a cair. Quando olhei para as plantas sequiosas de chuva, a compaixão tomou conta de mim e resolvi rezar este Terço até que Deus mandasse chuva abundante sobre a Terra. Rezei essa oração por três horas sem parar. E o Senhor deu-me a conhecer que, com essa oração, pode-se obter tudo.

1541. Minha filha exorta as almas a rezarem esse Terço que te dei. Pela recitação deste Terço agrada-me dar tudo o que me peçam. Quando os pecadores empedernidos o recitarem, encherei de paz as suas almas, e a hora da morte deles será feliz.
Esteve isto para as almas atribuladas: Quando a alma vir e reconhecer a gravidade dos seus pecados, quando se abrir diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não se desespere, mas antes se lance com confiança nos braços da minha Misericórdia, como uma criança no abraço da sua querida mãe.
Essas almas tem prioridade no meu Coração compassivo, elas têm primazia à Minha Misericórdia. Diz que nenhuma alma que tenha invocado a Minha Misericórdia se decepcionou ou experimentou vexame. Tenho predileção especial pela alma que confiou na Minha bondade.
Esteve que, quando recitarem esse Terço junto aos agonizantes, Eu Me colocarei entre o Pai e a alma agonizante não como Justo Juiz, mas como Salvador misericordioso.

1565. Quando entrei por um momento na capela, o Senhor me disse: Minha filha, ajuda-me a salvar um pecador agonizante; reza por ele o Terço que te ensinei. Quando comecei a recitar este Terço, vi o agonizante em terríveis tormentos e lutas. Defendia- o o Anjo da Guarda, mas estava com que impotente diante da enormidade da miséria dessa alma. No entanto, durante a recitação do Terço vi a Jesus da forma como está pintado na Imagem.
Os raios que saíam do coração de Jesus envolveram o enfermo, e as forças do mal fugiram em pânico.O enfermo exalou tranquilamente o último suspiro. Quando voltei a mim, compreendi como a recitação deste Terço é importante para os agonizantes; aplaca a ira de Deus.

1731. Hoje fui acordada por uma grande tempestade. Desencadeou-se uma ventania e caía uma chuva torrencial, com raios e trovões a todo instante. Comecei a rezar, para que a tempestade não causasse nenhum dano; então ouvi estas palavras: - Por ele conseguirás tudo, se o que pedires estiver de acordo com a minha vontade.

1791. Quando estava se aproximando uma grande tempestade, comecei a recitar esse Terço. Então ouvi a voz de um anjo: "Não posso aproximar-me na tempestade, pois a claridade que sai da sua boca afasta a mim e a tempestade" - queixava-se o Anjo de Deus. Então conheci que grande destruição devia realizar por essa tempestade, mas também conheci que essa oração era agradável a Deus e como é grande o poder desse Terço.

1797. Hoje chegou a mim o Senhor e disse: - Minha filha, ajuda-me a salvar as almas. Irás a um pecador agonizante e recitarás esse Terço, e com isso conseguirás para ele a confiança na Minha Misericórdia, visto que já se encontra em desespero.
1798. De repente, encontrei-me numa choupana desconhecida, onde estava agonizando um homem já de idade, em terríveis tormentos.
Em volta da cama havia um grande número de demônios e a família chorando. Quando comecei a rezar, dispersaram-se os espíritos das trevas, com sibilos e ameaças contra mim. Essa alma se tranquilizou e, cheia de confiança, descansou no Senhor. No mesmo instante eu me vi em meu quarto. Como isto acontece - não sei.

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

(FEITA POR UM PEREGRINO, AO CONTEMPLAR UM VÍDEO FALANDO MAL DAS MESMAS CITADAS ACIMA, E SOBRE A CARTINHA DO BISPO DA ÉPOCA, ALEGANDO QUE AS APARIÇÕES NÃO ERAM VERDADEIRAS)

NÃO SEI QUEM FEZ MAS PRA MIM ESSA PESSOA MERECIA UMA MEDALHA DE HONRA DE NOSSA SENHORA POR ESTA BELA DEFESA

"Quando você diz que devemos dar ouvidos ao que os padres dizem a respeito das aparições de Jacareí, corre em um ledo engano, pois, a “opinião pessoal” deles é que não pode ser elevado ao nível de “dogma de fé”. As cartas de Dom Nelson são muito citadas pelos que latem que estas Sagradas Aparições são falsas. Portanto, mister se faz alguns esclarecimentos. Há duas cartas oficiais onde este indigitado bispo trata da matéria “aparições”. Uma primeira, publicada em 1996, enquanto o mesmo ainda era bispo de São José dos Campos (diocese a qual pertence Jacareí). Nesta, não há menção alguma ao nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, muito menos, excomunhão, há somente algumas orientações pastorais. A segunda, publicada em 2007 e republicada em 2011, realmente traz explicitamente o nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, porém, nesta, a palavra “excomunhão” é sequer mencionada.

Ainda há um probleminha com esta segunda carta. O dito bispo (certamente pela providência de Nossa Senhora) foi transferido para a diocese de Santo André/SP em 2003, e, observem, a segunda carta publicada por ele ocorreu no ano de 2007, quando já havia deixado de ter jurisdição eclesiástica sobre a cidade de Jacareí. Portanto, o mesmo, ao editar esta carta, violou a jurisdição eclesiástica conferida a ele pela Igreja, e, ainda, violentou gravemente a autoridade de Dom Moacir, então, bispo da Diocese de São José dos Campos, que, se quisesse, poderia ter criado o maior caso com isso, pois Dom Nelson desrespeitou frontalmente e atropelou sua autoridade eclesiástica, uma verdadeira afronta. Então eu lhes pergunto, vocês ainda vão dar credibilidade a um documento irregular e eivado de vícios como esse?

Vale lembrar, que não é obrigatório seguir estas cartas circulares dos bispos. Não há heresia nem cisma nisso. Um católico somente pode ser acusado de cismático ou herege se atentar contra os Dogmas de Fé. Que eu saiba, carta circular de bispo não é Dogma de Fé. Como a primeira carta de Dom Nelson não condena as Aparições de Jacareí, e a segunda está irregular, pode-se dizer que não pesa condenação oficial e regular da Igreja sobre estas Santas Aparições. Além do mais, até o presente momento, Dom José Valmor, que atualmente tem jurisdição eclesiástica sobre Jacareí, não fez pronunciamento oficial sobre as mesmas. Documento oficial onde o Profeta Marcos foi excomungado, também é inexistente, portanto, qualquer informação que diga o contrário é fruto de pura “fofoca”.

Ressalto que em Jacareí, realmente, não damos tanta importância aos documentos do Vaticano. O que nós realmente valorizamos é a doutrina que nos foi transmitida pelos santos, como Santo Afonso, São Luiz, Santa Teresa, São João da Cruz, etc... Outro adendo que gostaria de acrescentar, diz respeito ao fato da obrigatoriedade ou não das Sagradas Mensagens Celestiais. A orientação predominante entre os teólogos católicos, de que não é obrigatório seguir as Aparições de Nossa Senhora, se funda em meras opiniões pessoais de alguns clérigos a respeito do assunto. Esta orientação não tem o caráter da infalibilidade papal e muito menos é um Dogma de Fé. Realmente, o catecismo atual traz algo nesse sentido, mas vale lembrar que o mesmo não recebeu o caráter da infalibilidade pelo Concílio Vaticano II. Bem ao contrário do Santo Catecismo do Concílio de Trento. Este sim, recebeu o caráter de infalível. Ocorre que nossa amada Igreja há muito se transviou de uma tradição bíblica milenar, através da qual o “Deus dos Exércitos” sempre manifestou sua vontade ao povo de Israel por meio de suas aparições aos profetas (mesmo fenômeno que ocorre com o, também, profeta Marcos Tadeu, pois os fenômenos miraculosos e de aparições que ocorrem naquele Santuário, são da mesma espécie dos verificados na Sagrada Bíblia).

Ora, nos tempos bíblicos não era através dos fariseus, saduceus, príncipes e doutores da lei (a Igreja oficial da época) que Deus dava as suas diretrizes ao povo eleito, mas sim, através dos profetas, em outras palavras, dos videntes. Nos primórdios do cristianismo, também ocorria assim, pois, a própria origem da nossa amada Igreja se funda nas “aparições” de Jesus aos apóstolos e discípulos. Então, por que esta tradição bíblica foi quebra? Será que é porque as aparições aos profetas cessaram? Errado, pois nos últimos 100 anos ocorreram mais de 1000 aparições de Nossa Senhora, dos santos e anjos, e até de Deus.
A pergunta correta é, por que o clero tenta abafar isso, pois grande parte, senão todas, destas aparições também foram acompanhadas de sinais miraculosos, como, curas inexplicáveis pela ciência, sinais na natureza, etc... Se Deus usava deste expediente nos tempos bíblicos, certamente deveria continuar a usá-lo nos tempos do catolicismo, pois uma grande verdade que a Teologia professa é que Deus é imutável. Não citarei as passagens bíblicas onde Deus manifesta sua vontade através dos videntes/profetas, pois se assim fizesse, teria que citar a Bíblia inteira, pois a própria formação e ensinamentos nela transmitidos se dão por este meio. Gostaria apenas de citar um pequeno exemplo de qual atitude deveremos tomar frente às Aparições de Jacareí, tomando por base a Bíblia. Saulo, quando se dirigia à cidade de Damasco e Jesus lhe “aparece” exclama: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9, 6). Naquela ocasião, Jesus disse a ele para procurar os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! O ordenou que entrasse na cidade de Damasco e ali lhe seria dito o que deveria fazer. Beleza. E quem Deus enviou para Saulo? Os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! Mas Ananias, um vidente. Como eu sei que Ananias era um vidente? As Sagradas Escrituras nos contam que foi uma aparição de Jesus que disse para ele ir procurar Saulo. É só conferir At 9, 10-16ss.

Outro exemplo foi Judas Iscariotes; este preferiu errar com a Igreja oficial da época (lembra né, fariseus e saduceus) que acertar sem ela. Bom... Errou mesmo! E segundo alguns santos místicos, como Maria de Ágreda, sua alma se encontra no inferno. Assim, a posição teológica defendida pela maioria dos teólogos atuais, de que as aparições não são obrigatórias, falando em termos de estudo teológico da atualidade, é perfeitamente passível de questionamento, e, inclusive, daria uma boa tese de doutoramento. É um posicionamento que pode ser mudado. Não é Dogma de Fé. Gostaria de finalizar este ponto dizendo o seguinte. Jesus tolerou para sempre aquela Igreja oficial da época (o judaísmo) que rejeitou o projeto que suas aparições aos Apóstolos (que também eram videntes) propunha? Claro que não!!! Por causa disso, Deus se retirou do meio daquela Igreja e passou a habitar no meio dos seus videntes, os apóstolos e discípulos, e, assim, surgiu a nossa amada Igreja Católica (Mt 21, 39-45).

Não é objetivo do Profeta Marcos Tadeu, nem de sua Ordem e muito menos de nós, a Milícia da Paz (formada por todos os fiéis seguidores daquele Santuário) provocar um cisma na Igreja. Nós apenas denunciamos os erros (prerrogativa esta, conferida aos leigos pelo próprio Concílio Vaticano II), lutamos para que a devoção a Nossa Senhora, aos santos e anjos seja colocada em seu devido lugar, e que as suas mensagens, e as dos demais santos, e até as de Deus, seja acolhida como nos tempos Bíblicos, pois acreditamos que se isto não for feito, irá se abater gigantescos cataclismos sobre a Terra, de uma tal magnitude que nunca houve, nem jamais haverá. Acreditamos que esta “palavra de Deus” transmitida nas aparições é o caminho e a única forma de salvar o mundo, e qualquer obra, ou pessoa, que ensine ou faça diferente do que elas dizem, é desprezada por nós. O motivo para isto é muito simples. Desde tempos remotos, as Aparições de Nossa Senhora (inclusive as não aprovadas pela Igreja) vêm dizendo o que aconteceria ao mundo se esta “palavra de Deus” não fosse obedecida. Resultado, tudo o que elas disseram, em um passado remoto, está se cumprindo na atualidade. Então, não há outra conclusão a se fazer, a não ser admitir que elas eram verdadeiras, e que o clero errou. Aliás, o histórico de erro do clero é algo realmente interessante. Basta citar a condenação que pesou durante 20 anos sobre as Santas Aparições de Jesus Misericordioso à Santa Faustina, e não foi por um “bispozinho” qualquer. Foi pelo próprio papa da época. Se não fosse a atuação do então Cardeal Karol Józef Wojtyła, futuro Papa João Paulo II, estas aparições estariam condenadas até os tempos atuais, e, certamente, você seria um grande opositor delas, não é? Infelizmente, como atualmente o número de Cardeais, e clérigos em geral, com este nível de espiritualidade é praticamente nulo... tadinha das aparições... snif. Praticamente nenhum deles entende de Teologia Mística, o estudo apropriado para se avaliar as aparições e estudá-las.

Além do mais, as aparições de La Salette, Lourdes e Fátima, para quem conhece mais a fundo sua história, verá que elas na verdade não foram aceitas pelo clero. Muito pelo contrário, este as combateu com todas as suas forças. Na realidade, o que ocorreu, é que os fiéis praticamente as fizeram descer goela abaixo na garganta do clero, de tal modo, que eles não tiveram outra opção a não ser aprová-las. E, mesmo nestas que foram aprovadas, o estrago que o clero fez é algo incomensurável. Não as divulgou como deveria; se o corpo incorrupto de Santa Bernadete estivesse no Santuário de Lourdes iria converter milhões de fiéis, no entanto está praticamente escondido no convento de Nevers; o corpo incorrupto de Santa Jacinta foi escondido dos fiéis; a esmagadora maioria dos vaticanistas da Itália é de acordo que, até hoje, o terceiro segredo de Fátima não foi revelado em sua integralidade; a consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu até os dias atuais, etc... E isso, só para citar os danos que me vem à mente neste momento.

No Santuário das Aparições de Jacareí, o Profeta Marcos está resgatando tudo aquilo que a Igreja e a sociedade tanto se esforçaram para extinguir, os escapulários, medalhas, mensagens, enfim, a salvação do mundo que Nossa Senhora nos revelou e ofereceu com tanto amor ao longo de suas aparições na história. Sem dúvida, lá está se cumprido a passagem da Escritura na qual se diz: “Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas...” Mt 13,52 É uma nova aparição que resgata todas, até as mais antigas. Portanto, se ainda quiserem seguir a doutrina da cabeça deste cara de que não precisamos de aparições, o problema é de vocês. Aliás, se formos pensar bem, porquê Deus, Nossa Senhora os anjos e os santos apareceriam, né? Afinal de contas, nosso mundo está uma verdadeira maravilha, não é? Não temos problemas de droga, prostituição, corrupção, degradação moral, depressão, decadência da Igreja, violência, roubos, assassinatos, guerras, miséria..., todos os sacerdotes são verdadeiros Serafins de santidade, enfim, o Vaticano está dando conta do recado... Só não está apresentando um desempenho melhor devido a um “pequeno” probleminha de tráfico de influência entre os altos clérigos, desvio de verbas do banco do Vaticano, looby gay entre os padres, pedofilia generalizada, um papa progressista e comunista..., mas, afinal de contas, são probleminhas fáceis de serem solucionados, né? É... Em um mundo maravilhoso e em ótimo funcionamento como esse, realmente não entendo o motivo de tantas aparições..."