Pesquisar no Blog

AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL SAIBA MAIS! @Marcostaddeu Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427 e-mail: santuariodejacarei@gmail.com BLOG OFICIAL

30 de mai de 2012

AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA EM TURZOVKA-TCHECOSLOVAQUIA - 1958


APARIÇÃO DE TURZOVKA EM 1958 - A LOURDES DA TCHECOSLOVAQUIA 
NOSSA SENHORA APARECE A UM GUARDA-FLORESTAL SR. MATIAS LASUT

1º de Junho de 1958 Aparição de Nossa na Lourdes da Checoslováquia ao Vidente Matias Lasut e posteriormente a outros 2 homens

Filme As Aparições de Lourdes 4 onde o vidente Marcos Tadeu relata essa aparições com seus avisos urgentes a toda a humanidade
Edição e narração do vidente Marcos Tadeu Teixeira
Santuário das Aparições de Jacareí-SP-Brasil

ESTE FILME ACIMA RELATA:

AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA EM LOURDES-FRANÇA
 A VIDENTE SANTA BERNADETTE

AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA EM TURZOVKA-TCHECOSLOVAQUIA 
AO VIDENTE MATIAS LASUT

AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA EM EL ESCORIAL-ESPANHA 
A VIDENTE LUZ AMPARO CUEVAS

E A LIGAÇÃO DE TODAS ELAS COM AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL
AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA



Sua fé era simples também. Sem uma mãe para instruí-lo, ele tinha, no entanto, aprendeu os fundamentos de ser católico. Ele sabia que o Pai-Nosso e a Ave-Maria e ele compreendeu alguns pontos do catecismo.

Ele seguiu os requisitos da Igreja a respeito de seu casamento eo batismo de seus filhos, mas ele não era tão fervoroso quando veio à missa e confissão e comunhão, para não falar de caridade para com seus semelhantes. Ele não gostava particularmente de muitas pessoas, mas as que ele fez certo de que sabia. Sua fé não faltava tanto como ele era preguiçoso. No entanto, Matus mantidas durante toda sua vida tinha um aspecto que é característico de todos os eslovacos, independentemente do status, uma devoção segunda-humorada de Maria.

Assim foi em 01 de junho de 1958 que Matus estava fazendo sua ronda em Okruhla, uma montanha perto da aldeia de Turzovka. Como de costume, pouco antes de 9:00, ele parou em um ponto do lado da montanha chamado Zivcak (literalmente significa "o retrato"). Em um pinheiro ao lado da pista foi um ícone da Mãe de Deus do Perpétuo Socorro, e foi aí que ele se ajoelhou para rezar:
"Eu orei rapidamente o Pai Nosso e Ave Maria, mas antes de terminar, no final da Ave Maria, de repente, avistei um pequeno flash de luz no meu lado esquerdo. Olhei nesse sentido e para minha surpresa eu vi em uma distância de aproximadamente 12 metros, uma estátua de Nossa Senhora de Lourdes cerca de dois metros acima do chão, como se em um monte ..."
"Uma rajada de vento fraco vindo do leste moveu ligeiramente o véu para revelar no lado esquerdo de sua cabeça uma mecha de cabelos castanhos cor de luz ... Eu percebi que isso não era estátua, mas uma vida de pé estar em uma nuvem pequena como se fosse feita de uma neblina ... "


Matus passou a descrevê-la como tendo as mãos dobradas e usando uma coroa de doze estrelas. Seu cabelo caiu sobre os ombros debaixo de um véu de ouro gumes de branco que se estendia a seus pés. A cinta azul, também debruada de ouro, cinched vestido branco de neve. Em cada pé repousava uma rosa de ouro.
Pendurado no braço direito foi um rosário que chegou até os joelhos - contas brancas de Aves e as de ouro para o Paters. Curiosamente, embora a visão na verdade se assemelhavam fortemente à Nossa Senhora de Lourdes, o rosário que ela segurava era de cinco décadas, e não da década seis descrito por Santa Bernadete.
Um campo de rosas brancas, de repente apareceu a Senhora abaixo e ao redor era uma cerca branca, três das placas foram soltas. A senhora olhou para Matus e apontou para onde havia um pequeno martelo e alguns pregos. Matus compreendeu imediatamente que ela queria que ele concertasse o muro. Inquestionavelmente, ele abaixou-se e começou a trabalhar. Após a conclusão, a senhora parecia satisfeito. Ela então sorriu Matus, estendeu o braço e apertou levemente o rosário que ela segurava. Ele sabia que ela estava pedindo a ele para rezar o rosário - Matus só nunca tinha aprendido que a oração especial de Nossa Senhora.
Antes de seu embaraço alcançou-o, a Senhora voltou a cabeça na direção da árvore onde estava o seu ícone. Matus seguiu seu olhar. Antes que o pinheiro era uma tela que mostra um mapa do mundo e abaixo era uma tela preta.

Foto milagrosa do céu das montanhas de Turzovka

O mapa representado não era incomum que os oceanos, entre os continentes eram azuis e era a terra de várias cores verde e amarelo. Matus foi feito para compreender que as nações verde significava que era bom, agradável a Deus. O amarelo foram os países que haviam abandonado. Na primeira, as cores eram estáveis, mas logo começou a diluir-se e deslocar até o mapa inteiro era amarela. Little explosões irromperam no mapa, primeiro nas costas e nos oceanos. Eventualmente, o mundo inteiro estava em chamas. Na tela preta abaixo da imagem, estas palavras apareceu:

Arrependei-vos! Ore por sacerdotes e religiosos! Rezem o Rosário!
Assustado e confuso, Matus olhou para a senhora. Ela fez sinal para ele olhar para cima dela e um relâmpago rachou o céu sob a forma de um triângulo. Do buraco no céu, Cristo surgiu em toda Sua majestade, vestindo uma longa túnica branca e com uma capa vermelha caída sobre o ombro. Sob o braço esquerdo ele carregava uma cruz e no meio do peito há pulsada uma imagem do seu Coração Sagrado. Três raios brilhantes brotava do coração. Duas passadas por cada um dos lados Matus, mas um centro de direita, passavam por ele, e ele fechou os olhos e desabou no chão.
Ele acordou ao som de sinos. Eram os sinos da igreja próxima de anunciar o Angelus - era meio-dia - ele tinha estado lá por três horas.
Ele se sentou e olhou em volta. O mapa foi embora, assim como as flores e as cerca. E a senhora tinha ido embora também, mas em uma pedra logo abaixo de onde ela tinha aparecido, estava o seu rosário. Ele pegou e começou a rezar. Mistérios Gloriosos formado milagrosamente em seus lábios.
Quando terminou o seu rosário Matus, o entendimento veio a ele que as três placas de vedação, que a Senhora lhe pediu para reparar eram indicativos dos reparos que precisava fazer em sua própria vida. Eles eram seus três principais deficiências e que ele deveria corrigi-los através da oração do Santo Rosário, a recepção dos Sacramentos, com freqüência, e uma amizade com todas as pessoas.
"Depois da aparição, senti uma grande infusão de fé. Primeiro de tudo, eu tive que fazer as pazes com as pessoas que eu tinha entrado em conflito com. Eu gostaria de ter evitado isso, mas senti que tinha que fazer isso. Depois de voltar da montanha nessa mesma noite fui para implorar o perdão de todas as pessoas em Turzovka e da área circundante. Eu fiz isso como se contra a minha própria vontade. E me levou até tarde da noite. As pessoas ficaram surpresos, alguns riram de mim, outros achavam que eu tinha enlouquecido. No dia seguinte, pela manhã, fiz confissão e fui para a comunhão. Daquele momento em diante, eu fui curado de todas as minhas doenças; em primeiro lugar da tosse pesada que tinha e que me incomodou por muitos anos e que os médicos diziam ser incurável ".
Ele não disse a ninguém o que tinha visto.


Matus foi visitado seis vezes mais em Zivcak pela Senhora.
Cada vez que ela apareceu da mesma maneira, como Nossa Senhora de Lourdes, e cada vez que uma visão foi dada a ele da mesma maneira, em uma tela com as palavras legendado abaixo. Cada visão lidou com a condição pecadora do mundo e a vinda de um castigo divino que só podia ser posto fora por meio da oração e da penitência. Ele fez uma descrição geral de algumas de suas visões, mas também viu nomes específicos, lugares e datas que ele iria manter o segredo de todos, exceto o Santo Padre. (O Vaticano nunca fez estas revelações públicas, provavelmente porque os eventos estão ainda em revisão). Na sétima e última aparição em 14 de agosto de 1958, veio como a Imaculada Conceição.
Durante o tempo que Matus estava tendo suas visões, as pessoas começaram a notar uma mudança marcante nele. Os incomodados e perguntou-lhe até que finalmente quebrou o silêncio e contou a sua história.
Em 08 de setembro, festa da Natividade de Maria, um milhar de pessoas acompanhou em uma visita ao ícone no morro. Lá, ele surpreendeu seus novos amigos, anunciando que em três dias, ele seria preso.
Naquela noite, um carro da polícia parado na sua porta da frente. Moradores se reuniram para a casa de Matus eo impediu de ser levado, mas ele foi intimado a comparecer na delegacia no dia seguinte, sob a acusação de incitar a insurreição.
As autoridades comunistas não estavam dispostos a tolerar qualquer resistência sobrenatural a sua autoridade. Ele fez como ordenado e, dois dias depois, eles decidiram que seria melhor classificá-lo como doente mental, ele foi confinado num hospital psiquiátrico "para sua própria proteção."
Matus Lasut foi movido dentro e fora de várias prisões e hospitais pelas comissões encarregado do seu caso. Ele enfrentou dezenove investigações separadas e assinados 120 depoimentos juramentados. Durante o curso de sua investigação, ele era frequentemente sujeito a interrogatórios duas vezes por dia. Electrocussão. Hipnotismo. cura química.
Matus nunca quebrou e nunca renunciou à sua história. A partir dos registros oficiais mantidos durante uma inquisição, o guarda florestal simples reafirmou sua fé para o procurador:
"Mr. Procurador, você tem uma mãe? "
"Sim, naturalmente".
"E você pode negar a sua mãe?"
"Não, eu não poderia fazer."
"Então, você pode ver porque eu não posso negar a minha mãe celeste."


Após cinco anos, Matus Lasut foi finalmente libertado da prisão, mas vivia sob constante vigilância para o resto de sua vida. Deixou meio cego e quase sem dentes dos tratamentos "infligidos, ele foi para a direita de volta ao retornar para sua montanha.
Ele descobriu que, apesar das tentativas da polícia para deter os peregrinos por cortar árvores e queima de imagens da Virgem, o local das aparições foi crescendo mais caro e mais forte no coração de seus compatriotas a cada dia.
Na verdade, os visitantes de outras partes da Tchecoslováquia começou a pingar no Turzovka e logo seguido por austríacos e alemães e outros. Muitos ofereceram dinheiro para Matus, mas ele nunca aceitou um centavo, preferindo viver a sua vida na pobreza.
Mas a história de Nossa Senhora da Turzovka não termina aí.

O restante da história começa com um homem chamado Jaroslav Zaalenka. Ele teve um sonho no qual uma mulher bonita lhe disse para ir até a montanha (Okruhla) e cavar. Não entendendo o que ele deveria fazer, ele não seguiu suas instruções, até depois da terceira noite do mesmo sonho.
Ele trouxe a pá para a montanha e vagava à procura de um lugar que ele deveria cavar. Em uma perda de orientação, ele escolheu um lugar aleatório que não era muito rochosa. Mal tinha começado quando a moça de seu sonho, de repente apareceu e falou com ele.
"Não aqui", disse ela, "mas lá, onde você vê os brotos."
Ele andou até a samambaias e definir sua pá abaixo das raízes. Como o pé empurrou a pá no solo macio, as samambaias desapareceu e a água começou a borbulhar. Ele se virou para olhar para trás na senhora, mas ela se foi.
Seis molas mais formada sobre a montanha nos anos seguintes, quando nunca tinha havido um único registrado em sua história.
Palavra de curas milagrosas começaram a se espalhar.
Freiras, padres, médicos, engenheiros e pessoas de todas as esferas da vida jurou os efeitos curativos da água. O câncer de pulmão. Cegueira. Paralisia. Logo, mediante pedido, jarros de água foram enviados para Roma. A profecia teria feito pelo visionário e estigmatizada Teresa Neumann para Kaspar eslovaco Karol Bispo em 1920, aparentemente tinha sido cumprida:


"Em poucos anos, você terá outra Lourdes, na Eslováquia, onde você vai em peregrinação".

Até mesmo o nome de Padre Pio foi trazido para a mistura depois que ele escreveu em uma carta a um padre jesuíta eslovaca ", Turzovka - É uma aparição fé. Com o tempo, ele se tornará a LOURDES Eslováquia!"

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

(FEITA POR UM PEREGRINO, AO CONTEMPLAR UM VÍDEO FALANDO MAL DAS MESMAS CITADAS ACIMA, E SOBRE A CARTINHA DO BISPO DA ÉPOCA, ALEGANDO QUE AS APARIÇÕES NÃO ERAM VERDADEIRAS)

NÃO SEI QUEM FEZ MAS PRA MIM ESSA PESSOA MERECIA UMA MEDALHA DE HONRA DE NOSSA SENHORA POR ESTA BELA DEFESA

"Quando você diz que devemos dar ouvidos ao que os padres dizem a respeito das aparições de Jacareí, corre em um ledo engano, pois, a “opinião pessoal” deles é que não pode ser elevado ao nível de “dogma de fé”. As cartas de Dom Nelson são muito citadas pelos que latem que estas Sagradas Aparições são falsas. Portanto, mister se faz alguns esclarecimentos. Há duas cartas oficiais onde este indigitado bispo trata da matéria “aparições”. Uma primeira, publicada em 1996, enquanto o mesmo ainda era bispo de São José dos Campos (diocese a qual pertence Jacareí). Nesta, não há menção alguma ao nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, muito menos, excomunhão, há somente algumas orientações pastorais. A segunda, publicada em 2007 e republicada em 2011, realmente traz explicitamente o nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, porém, nesta, a palavra “excomunhão” é sequer mencionada.

Ainda há um probleminha com esta segunda carta. O dito bispo (certamente pela providência de Nossa Senhora) foi transferido para a diocese de Santo André/SP em 2003, e, observem, a segunda carta publicada por ele ocorreu no ano de 2007, quando já havia deixado de ter jurisdição eclesiástica sobre a cidade de Jacareí. Portanto, o mesmo, ao editar esta carta, violou a jurisdição eclesiástica conferida a ele pela Igreja, e, ainda, violentou gravemente a autoridade de Dom Moacir, então, bispo da Diocese de São José dos Campos, que, se quisesse, poderia ter criado o maior caso com isso, pois Dom Nelson desrespeitou frontalmente e atropelou sua autoridade eclesiástica, uma verdadeira afronta. Então eu lhes pergunto, vocês ainda vão dar credibilidade a um documento irregular e eivado de vícios como esse?

Vale lembrar, que não é obrigatório seguir estas cartas circulares dos bispos. Não há heresia nem cisma nisso. Um católico somente pode ser acusado de cismático ou herege se atentar contra os Dogmas de Fé. Que eu saiba, carta circular de bispo não é Dogma de Fé. Como a primeira carta de Dom Nelson não condena as Aparições de Jacareí, e a segunda está irregular, pode-se dizer que não pesa condenação oficial e regular da Igreja sobre estas Santas Aparições. Além do mais, até o presente momento, Dom José Valmor, que atualmente tem jurisdição eclesiástica sobre Jacareí, não fez pronunciamento oficial sobre as mesmas. Documento oficial onde o Profeta Marcos foi excomungado, também é inexistente, portanto, qualquer informação que diga o contrário é fruto de pura “fofoca”.

Ressalto que em Jacareí, realmente, não damos tanta importância aos documentos do Vaticano. O que nós realmente valorizamos é a doutrina que nos foi transmitida pelos santos, como Santo Afonso, São Luiz, Santa Teresa, São João da Cruz, etc... Outro adendo que gostaria de acrescentar, diz respeito ao fato da obrigatoriedade ou não das Sagradas Mensagens Celestiais. A orientação predominante entre os teólogos católicos, de que não é obrigatório seguir as Aparições de Nossa Senhora, se funda em meras opiniões pessoais de alguns clérigos a respeito do assunto. Esta orientação não tem o caráter da infalibilidade papal e muito menos é um Dogma de Fé. Realmente, o catecismo atual traz algo nesse sentido, mas vale lembrar que o mesmo não recebeu o caráter da infalibilidade pelo Concílio Vaticano II. Bem ao contrário do Santo Catecismo do Concílio de Trento. Este sim, recebeu o caráter de infalível. Ocorre que nossa amada Igreja há muito se transviou de uma tradição bíblica milenar, através da qual o “Deus dos Exércitos” sempre manifestou sua vontade ao povo de Israel por meio de suas aparições aos profetas (mesmo fenômeno que ocorre com o, também, profeta Marcos Tadeu, pois os fenômenos miraculosos e de aparições que ocorrem naquele Santuário, são da mesma espécie dos verificados na Sagrada Bíblia).

Ora, nos tempos bíblicos não era através dos fariseus, saduceus, príncipes e doutores da lei (a Igreja oficial da época) que Deus dava as suas diretrizes ao povo eleito, mas sim, através dos profetas, em outras palavras, dos videntes. Nos primórdios do cristianismo, também ocorria assim, pois, a própria origem da nossa amada Igreja se funda nas “aparições” de Jesus aos apóstolos e discípulos. Então, por que esta tradição bíblica foi quebra? Será que é porque as aparições aos profetas cessaram? Errado, pois nos últimos 100 anos ocorreram mais de 1000 aparições de Nossa Senhora, dos santos e anjos, e até de Deus.
A pergunta correta é, por que o clero tenta abafar isso, pois grande parte, senão todas, destas aparições também foram acompanhadas de sinais miraculosos, como, curas inexplicáveis pela ciência, sinais na natureza, etc... Se Deus usava deste expediente nos tempos bíblicos, certamente deveria continuar a usá-lo nos tempos do catolicismo, pois uma grande verdade que a Teologia professa é que Deus é imutável. Não citarei as passagens bíblicas onde Deus manifesta sua vontade através dos videntes/profetas, pois se assim fizesse, teria que citar a Bíblia inteira, pois a própria formação e ensinamentos nela transmitidos se dão por este meio. Gostaria apenas de citar um pequeno exemplo de qual atitude deveremos tomar frente às Aparições de Jacareí, tomando por base a Bíblia. Saulo, quando se dirigia à cidade de Damasco e Jesus lhe “aparece” exclama: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9, 6). Naquela ocasião, Jesus disse a ele para procurar os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! O ordenou que entrasse na cidade de Damasco e ali lhe seria dito o que deveria fazer. Beleza. E quem Deus enviou para Saulo? Os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! Mas Ananias, um vidente. Como eu sei que Ananias era um vidente? As Sagradas Escrituras nos contam que foi uma aparição de Jesus que disse para ele ir procurar Saulo. É só conferir At 9, 10-16ss.

Outro exemplo foi Judas Iscariotes; este preferiu errar com a Igreja oficial da época (lembra né, fariseus e saduceus) que acertar sem ela. Bom... Errou mesmo! E segundo alguns santos místicos, como Maria de Ágreda, sua alma se encontra no inferno. Assim, a posição teológica defendida pela maioria dos teólogos atuais, de que as aparições não são obrigatórias, falando em termos de estudo teológico da atualidade, é perfeitamente passível de questionamento, e, inclusive, daria uma boa tese de doutoramento. É um posicionamento que pode ser mudado. Não é Dogma de Fé. Gostaria de finalizar este ponto dizendo o seguinte. Jesus tolerou para sempre aquela Igreja oficial da época (o judaísmo) que rejeitou o projeto que suas aparições aos Apóstolos (que também eram videntes) propunha? Claro que não!!! Por causa disso, Deus se retirou do meio daquela Igreja e passou a habitar no meio dos seus videntes, os apóstolos e discípulos, e, assim, surgiu a nossa amada Igreja Católica (Mt 21, 39-45).

Não é objetivo do Profeta Marcos Tadeu, nem de sua Ordem e muito menos de nós, a Milícia da Paz (formada por todos os fiéis seguidores daquele Santuário) provocar um cisma na Igreja. Nós apenas denunciamos os erros (prerrogativa esta, conferida aos leigos pelo próprio Concílio Vaticano II), lutamos para que a devoção a Nossa Senhora, aos santos e anjos seja colocada em seu devido lugar, e que as suas mensagens, e as dos demais santos, e até as de Deus, seja acolhida como nos tempos Bíblicos, pois acreditamos que se isto não for feito, irá se abater gigantescos cataclismos sobre a Terra, de uma tal magnitude que nunca houve, nem jamais haverá. Acreditamos que esta “palavra de Deus” transmitida nas aparições é o caminho e a única forma de salvar o mundo, e qualquer obra, ou pessoa, que ensine ou faça diferente do que elas dizem, é desprezada por nós. O motivo para isto é muito simples. Desde tempos remotos, as Aparições de Nossa Senhora (inclusive as não aprovadas pela Igreja) vêm dizendo o que aconteceria ao mundo se esta “palavra de Deus” não fosse obedecida. Resultado, tudo o que elas disseram, em um passado remoto, está se cumprindo na atualidade. Então, não há outra conclusão a se fazer, a não ser admitir que elas eram verdadeiras, e que o clero errou. Aliás, o histórico de erro do clero é algo realmente interessante. Basta citar a condenação que pesou durante 20 anos sobre as Santas Aparições de Jesus Misericordioso à Santa Faustina, e não foi por um “bispozinho” qualquer. Foi pelo próprio papa da época. Se não fosse a atuação do então Cardeal Karol Józef Wojtyła, futuro Papa João Paulo II, estas aparições estariam condenadas até os tempos atuais, e, certamente, você seria um grande opositor delas, não é? Infelizmente, como atualmente o número de Cardeais, e clérigos em geral, com este nível de espiritualidade é praticamente nulo... tadinha das aparições... snif. Praticamente nenhum deles entende de Teologia Mística, o estudo apropriado para se avaliar as aparições e estudá-las.

Além do mais, as aparições de La Salette, Lourdes e Fátima, para quem conhece mais a fundo sua história, verá que elas na verdade não foram aceitas pelo clero. Muito pelo contrário, este as combateu com todas as suas forças. Na realidade, o que ocorreu, é que os fiéis praticamente as fizeram descer goela abaixo na garganta do clero, de tal modo, que eles não tiveram outra opção a não ser aprová-las. E, mesmo nestas que foram aprovadas, o estrago que o clero fez é algo incomensurável. Não as divulgou como deveria; se o corpo incorrupto de Santa Bernadete estivesse no Santuário de Lourdes iria converter milhões de fiéis, no entanto está praticamente escondido no convento de Nevers; o corpo incorrupto de Santa Jacinta foi escondido dos fiéis; a esmagadora maioria dos vaticanistas da Itália é de acordo que, até hoje, o terceiro segredo de Fátima não foi revelado em sua integralidade; a consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu até os dias atuais, etc... E isso, só para citar os danos que me vem à mente neste momento.

No Santuário das Aparições de Jacareí, o Profeta Marcos está resgatando tudo aquilo que a Igreja e a sociedade tanto se esforçaram para extinguir, os escapulários, medalhas, mensagens, enfim, a salvação do mundo que Nossa Senhora nos revelou e ofereceu com tanto amor ao longo de suas aparições na história. Sem dúvida, lá está se cumprido a passagem da Escritura na qual se diz: “Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas...” Mt 13,52 É uma nova aparição que resgata todas, até as mais antigas. Portanto, se ainda quiserem seguir a doutrina da cabeça deste cara de que não precisamos de aparições, o problema é de vocês. Aliás, se formos pensar bem, porquê Deus, Nossa Senhora os anjos e os santos apareceriam, né? Afinal de contas, nosso mundo está uma verdadeira maravilha, não é? Não temos problemas de droga, prostituição, corrupção, degradação moral, depressão, decadência da Igreja, violência, roubos, assassinatos, guerras, miséria..., todos os sacerdotes são verdadeiros Serafins de santidade, enfim, o Vaticano está dando conta do recado... Só não está apresentando um desempenho melhor devido a um “pequeno” probleminha de tráfico de influência entre os altos clérigos, desvio de verbas do banco do Vaticano, looby gay entre os padres, pedofilia generalizada, um papa progressista e comunista..., mas, afinal de contas, são probleminhas fáceis de serem solucionados, né? É... Em um mundo maravilhoso e em ótimo funcionamento como esse, realmente não entendo o motivo de tantas aparições..."