Pesquisar no Blog

AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL SAIBA MAIS! @Marcostaddeu Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427 e-mail: santuariodejacarei@gmail.com BLOG OFICIAL

29 de jun de 2012

VISÃO DO CÉU, PURGATÓRIO E INFERNO - VIDENTE: MARCOS TADEU TEIXEIRA - Dia 18 de julho de 1993


 


 
O vidente Marcos Tadeu nos relata: "- Eu estava na casa de uma vidente de Minas Gerais, e rezávamos em uma das salas de sua casa. Haviam três pessoas conosco: sua mãe, a minha tia Rosária e uma moça. No meio da oração, Nossa Senhora apareceu e disse:

"- Vou levá-los Comigo para verem o Céu, o inferno e o purgatório."

O Céu brilha mais do que o núcleo do sol... para todas as direções a que olhávamos, era luz, apenas luz, luz sobrenatural, que provoca impressões e efeitos no mais íntimo do coração e da alma. A vista desta luz como que enche e sacia, plenifica a alma, a ponto de não se conseguir desejar mais nada, sente-se que se possui muito mais do que se poderia sonhar em poder desejar.

Vimos os Anjos, que pareciam transparentes como cristal. Vestiam-se de branco; de vermelho-claro; de creme e de dourado. Seus cabelos brilhavam mais do que o ouro atravessado pelo sol. Seus rostos eram brilhantes como o relâmpago. Cantavam hinos maravilhosos, lindíssimos, jamais vistos e nem conhecidos na face da terra... Voavam de um lado para o outro, e quando encontravam-se, pareciam transparentes, deixando ver os que passavam por trás uns dos outros. Alguns carregavam flores brancas, outros, vermelhas, e outros amarelas.

Vimos uma grande multidão ajoelhada, que entendemos tratarem-se dos eleitos de DEUS. Alguns cantavam, outros rezavam. Seus rostos transmitiam uma imensa Paz; eles pareciam pessoas muito felizes, pessoas que possuíam tudo... que possuíam a Paz. Não eram nem gordos nem magros, e sim como pessoas normais. Ninguém era velho, eram todos jovens, aparentando ter de 18 a 20 anos aproximadamente. Suas vestes eram brancas, cinza, vermelhas e amarelas.

Não vimos a DEUS Pai e nem Jesus no Céu, mas sim uma ‘claridade inacessível’, na qual não podíamos distingüir quem lá estava. Eu cheguei a reconhecer algumas pessoas, outras, porém, eu nunca havia visto antes.

Vimos também uma grande quantidade de flores, das mais variadas formas e cores, mais parecidas com cristais coloridos atravessados pelo sol. Eram maravilhosas, embora não haja palavras para descrever essa beleza e essas realidades eternas que vimos no Céu. De repente, Nossa Senhora nos disse:

"- Esta é a premiação para aqueles que são justos, bons, obedecem a DEUS e O amam sobre todas as coisas..."

Desapareceu o Céu; então descemos um pouco e paramos diante de uma grande porta escura. Alguém do lado de dentro a abriu. Nossa Senhora então nos mostrou como que uma grande caverna escura, cheia de denso nevoeiro. Não víamos as pessoas lá dentro, mas escutávamos apenas as suas vozes, orações, lamentos e súplicas.

Ouvimos também barulhos de pessoas e coisas chocando-se umas com as outras. Ouvimos também o barulho de chicotadas e correntes. Havia fogo também naquele lugar... um fogo terrível... Nossa Senhora, então, nos disse:

"- Este lugar é o Purgatório, o lugar para onde as almas vão depois da morte, para se purificarem e expiarem suas pequeninas faltas leves que ainda restam, para que possam entrar definitivamente no Céu..."

Disse-nos ainda que devíamos rezar muito por aquelas almas, porque elas sofrem, para que pudessem ser aliviadas e libertas, a fim de que possam voar ao Céu, para a felicidade sem fim.

Ouvíamos aquelas almas pedindo orações... Algumas diziam, em tom de súplica: Missas, Missas; outras diziam: Rosários, outras ainda jejuns, esmolas, enfim, todas pedindo sacrifícios em favor delas.

Nossa Senhora nos recomendou muita oração; que devíamos fazer muitos sacrifícios, a fim de que nós mesmos não fôssemos para aquele lugar após a morte, mas fôssemos direto ao Céu, pois ali, no Purgatório há muito sofrimento.

Um detalhe interessante que vimos no Purgatório: ele se parece com uma caverna de vários níveis. À medida que as almas se purificam, elas sobem mais um pouco naqueles níveis de purificação. Quando as almas saem do último nível, o mais alto, elas se transformam maravilhosamente em anjos de luz e partem para o Céu.

As únicas coisas que podem ajudar aquelas almas são as nossas orações; as nossas Missas oferecidas em sufrágio das almas do Purgatório, e os nossos sacrifícios. Cada vez que alguém na terra rezava e oferecia Missas ou sacrifícios pelas almas, nós escutávamos, e víamos que elas subiam nos diferentes níveis de purificação. Somente nossas orações podem ajudá-las a se purificarem mais depressa, e chegarem o quanto antes no Céu. As preces delas mesmas são impotentes para ajudá-las, por isso, quanto mais rezarmos por elas, mais as ajudaremos, e mais gratas ainda elas serão a nós, e quando chegarem ao Céu, rogarão por nós sem cessar, para que não precisemos passar "pelo fogo" como elas.

Subitamente, desapareceu o purgatório, e Nossa Senhora tomou-nos pela mão e descemos para um lugar escuro, do qual saía um cheiro horrível. Era difícil ver o que havia lá, porque era muito escuro. De repente, faiscavam raios e podíamos ver o que lá havia. Vimos como que um mar de fogo, e mergulhados neste fogo as almas, e os demônios atormentando-as.

As almas caíam naquele mar de fogo como chuva de granizo. Quando as almas emergiam daquilo que parecia algo como lava, perdiam completamente a aparência humana... assemelhavam-se mais a feras ou bestas, jamais vistos no mundo. Blasfemavam contra DEUS e LHE dirigiam insultos sem cessar.

Os demônios se distinguiam pela sua forma mais horrível que a dos condenados, como de monstros jamais imaginados pelo homem, e também pelo seu tamanho gigantesco, comparáveis a mais do dobro do tamanho das almas condenadas. Eles faziam aquelas almas sofrerem, atormentando-as e blasfemando o tempo todo contra o Senhor.

Vimos como aquele fogo se movia e subia, e as almas girando naquele redemoinho de fogo. De repente, o redemoinho sumia e voltavam a cair naquele mar de fogo como fagulhas nos grandes incêndios, blasfemando e insultando o Senhor.

Nossa Senhora mostrou-nos uma mulher loira muito bonita, que, de repente, transformou-se num monstro, com chifres, cauda, escamas e pêlos por todo o corpo. Nossa Senhora nos disse com muita tristeza que aquela mulher havia sido uma prostituta, que morrera sem pedir perdão a DEUS de sua má vida. Ela recusou a DEUS e SUA Santa LEI até o último instante de sua vida e condenou-se a si mesma, preferindo viver sem DEUS. Os demônios a atormentavam com chicotes, lanças e facas de fogo, cortando os seus membros fora, e devorando-os em seguida. Os membros voltavam a surgir na mulher, e se repetiam os mesmos tormentos sem parar nunca.

A mulher loira gritava de dor quando era atormentada, chorava e blasfemava contra DEUS. E, como ela, eram bilhões naquele terrível estado. Nossa Senhora via tudo com muita tristeza...

Nossa Senhora nos disse que deveríamos fugir do pecado, rezar muito e fazer muitos sacrifícios pelas almas que mais correm perigo de condenação, e pela nossa própria salvação, a fim de que não tenhamos que ir para aquele lugar de tormentos eternos. Os demônios arranhavam aquilo que parecia ser o chão... Ouvimos barulhos de correntes, uivos e gritos por toda a parte. Nossa Senhora então nos disse:

"- Esta é a punição para aqueles que ofendem a DEUS e O desobedecem, preferindo viver sem ELE."

Em meio àqueles tormentos, as almas se voltaram para nós, e começaram a gritar bem alto: para que fugíssemos daquele lugar e que rezássemos, a fim de que fôssemos salvos. O PODER de DEUS as constrangeu a dizerem a Verdade, porque sendo más, não teriam AMOR para nos avisar. Mas, DEUS lhes impôs isso, para que o mundo pudesse saber qual é o fim da vida de pecado... Que o pecado nos leva para o inferno; que a vida sem DEUS e cheia de prazeres acaba com a morte, e nela começa a vida de tormentos que NUNCA MAIS TERÁ FIM...

Que a vida de oração, sacrifício e penitência nos leva para o Céu; que os sofrimentos pacientemente aceitos nesta vida valem a pena, porque nos ajudam a chegar ao Céu. Elas também nos disseram para atendermos às Mensagens de Nossa Senhora, e fazermos tudo o que Ela nos dissesse, a fim de que pudéssemos escapar da condenação.

Nossa Senhora então nos trouxe de volta para a sala em que nos encontrávamos, e partiu muito triste, pedindo-nos que rezássemos muito pela nossa salvação e a dos pecadores do mundo inteiro. As pessoas que estavam na sala não viram nada, nem nos viram subir pelo teto, pois Nossa Senhora deve ter deixado ‘anjos com corpo aéreo’ em nossos lugares, mas podiam ver em nossos rostos abatidos um pouco daquilo que tínhamos presenciado. A vidente A. foi a que ficou mais desfigurada. Nós dois ficamos até um pouco inchados e debilitados. As pessoas presentes ficaram extremamente abaladas com o que contávamos. Logo depois retornamos à oração, com um novo empenho e desejo de ajudar Nossa Senhora na salvação das almas."

Nossa Senhora deu a mão direita para a vidente A., e a esquerda para mim. Começamos a subir e logo chegamos ao Céu.

Nossa Senhora voltou a mostrar o inferno e o Purgatório para Marcos outras vezes. Uma vez no dia 25/10/93, onde Nossa Senhora lhe mostrou como muito mais almas tinham caído no inferno. A mulher loira permanecia lá com os demônios atormentando-a.

O inferno estava mais cheio, e seu fogo era mais vívido ainda. Esta visão ocorreu no Monte das Aparições, à noite, quando Marcos rezava com um grupo de pessoas. A visão foi tão terrível, que ao final dela, Marcos desmaiou e foi levado para casa por algumas pessoas.

Em todas essas ocasiões foi sempre Nossa Senhora a levar Marcos, sem aviso prévio. Ela pediu que essa visão fosse anunciada ao mundo todo por ele, para que as almas saibam que o inferno existe; que DEUS castigará e punirá os maus depois da morte, e premiará os bons que O amam e esperam NELE.

Neste século paganizado onde se nega a existência quer do Céu, quer do purgatório e mais ainda do inferno, Nossa Senhora vem provar mais uma vez que estas realidades eternas existem, e esperam o homem depois da morte, quer ele acredite nelas ou não, e que da morte e do Julgamento de DEUS, ninguém escapará. Somente Ela, a Nossa Mãe, poderá nos ajudar naquele momento terrível, se tivermos levado uma vida de oração, penitência, pureza e empenho em nos santificarmos.

Muitos padres e teólogos negam a existência destas realidades (e nós já vimos isto com os próprios olhos), e levam as almas a perderem todo o respeito, temor e espírito de submissão a DEUS. As almas perdem a certeza do Céu e então relaxam na vida espiritual; perdem a certeza do Purgatório e então levam uma vida medíocre, sem se esforçar para serem melhores; e perdem a certeza do inferno, levando uma vida torpe, devassa, sem leis e cheia dos mais horrendos vícios que se possa imaginar.

E por tudo isso e mais o que vier a acontecer com as almas na eternidade, eles serão muito responsáveis! Nós temos que fazer a nossa parte, transmitindo a Verdade do que nos revelou e falou Nossa Senhora, mesmo que o mundo inteiro se oponha. Muitos sacerdotes até ensinam que o inferno é aqui mesmo, que DEUS jamais iria mandar pessoas para o inferno depois da morte, porque ELE é um DEUS de Misericórdia, libertador, etc. É verdade que DEUS não manda pessoas para o inferno à força; ELE manda aqueles que escolheram livremente o inferno, o pecado, que preferiram a vida de pecado, ao invés DELE e a vida da Graça. DEUS jamais mandará ao inferno uma pessoa que viveu santamente.

O prazo para escolhermos a salvação ou a condenação dura até a hora da nossa morte. Com esta, acaba-se o tempo e cada um receberá segundo as suas obras. É lógico que aqueles que deixarem para se converter na velhice ou próximos da morte, estarão pondo em grande risco de condenação eterna as suas almas, pois, não basta apenas mudar a maneira de pensar ou acreditar, mas é preciso ter méritos, boas obras, muitas orações e um AMOR ardente a DEUS para poderem ir para o Céu. E quem nos pode garantir que conseguiremos fazer em um, dois ou três anos tudo o que não fizemos durante a vida inteira?

Enganam-se também aqueles cristãos que pensam que um simples ato de Fé na hora da morte poderá mudar tudo, pois isso é válido apenas para uma alma que passou a vida toda sem conhecer a DEUS, e só na hora da morte alguém lhe ensinou quem é DEUS ou o Próprio DEUS iluminou a pessoa para conhecer a Verdade. Os cristãos, que desde o batismo foram educados na Fé e na santa religião, e, no entanto, levaram uma vida pior que a dos pagãos, têm maior responsabilidade diante de DEUS e responderão integralmente por seus atos de acordo com o grau de Graças e conhecimento de DEUS com os quais ELE os agraciou. DEUS é Misericordioso, mas é Justo também.

Esta urgência de salvação se agrava agora, nestes tempos em que vivemos, pois Nossa Senhora nos avisa que temos pouco tempo para a nossa conversão, pois em breve virão o Aviso, o Milagre e o Castigo para PURIFICAR a terra dos pecados, e aqueles que não estiverem levando uma vida justa e reta aos olhos de DEUS, não poderão merecer nem o TRIUNFO do Imaculado Coração de Maria, nem a GLÓRIA do Céu.

Serão dados TRÊS AVISOS para o mundo, três grandes chances para que o mundo se converta. O Senhor mostrará a Verdade da SUA existência, da SUA presença; mostrará a FÉ Católica como a única e verdadeira; revelará a importância e a excelência da Eucaristia e da Santíssima Virgem, e todos os demais Dogmas a todos os povos, raças, línguas e nações.

Depois disso, não haverá mais tempo... Aqueles que ainda se converterem, serão perdoados; aqueles que recusarem, não terão chance de apelo. Portanto, devemos meditar seriamente em "como" e "para onde" estamos indo: para o Céu, com DEUS, ou para o inferno, sem ELE? Se morrêssemos agora, para onde iríamos? No estado atual de pecado em que estamos, poderíamos estar certos de nossa salvação? E do mundo, o que dizer?

Portanto, a Visão do Céu, Inferno e Purgatório em Jacareí é um grande Dom de DEUS e da Santíssima Virgem ao mundo. É um apelo Misericordioso para que nós nos acautelemos contra o pecado que já arrastou tantas almas para a condenação, e para que lutemos bravamente com todas as forças pela nossa própria salvação e do maior número possível de almas.

No inferno trama-se todos os dias a nossa condenação, enquanto que no Céu almeja-se a nossa salvação. Cabe-nos decidir o que queremos e para onde iremos. Só há dois caminhos: salvação ou condenação.

A decisão é sua




TELEFONE DO SANTUÁRIO:
NO BRASIL: XX             12 9701 2427      
FORA DO BRASIL:             + 55 12 9701 2427      


SITE E BLOGS OFICIAIS DO SANTUÁRIO:

www.asaparicoesdejacarei.com
www.deusjesusmariaejose.blogspot.com
www.deussolucaodosmeusproblemas.blogspot.com
www.sinaissobrenaturais.blogspot.com
www.mensagensurgentesdossagradoscoracoes.blogspot.com
www.mensagensdenossasenhora.blogspot.com
http://asaparicoesdeerechim.blogspot.com.br/


SITES DIVULGADORES:

CANAIS DE DIVULGAÇÃO:

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

(FEITA POR UM PEREGRINO, AO CONTEMPLAR UM VÍDEO FALANDO MAL DAS MESMAS CITADAS ACIMA, E SOBRE A CARTINHA DO BISPO DA ÉPOCA, ALEGANDO QUE AS APARIÇÕES NÃO ERAM VERDADEIRAS)

NÃO SEI QUEM FEZ MAS PRA MIM ESSA PESSOA MERECIA UMA MEDALHA DE HONRA DE NOSSA SENHORA POR ESTA BELA DEFESA

"Quando você diz que devemos dar ouvidos ao que os padres dizem a respeito das aparições de Jacareí, corre em um ledo engano, pois, a “opinião pessoal” deles é que não pode ser elevado ao nível de “dogma de fé”. As cartas de Dom Nelson são muito citadas pelos que latem que estas Sagradas Aparições são falsas. Portanto, mister se faz alguns esclarecimentos. Há duas cartas oficiais onde este indigitado bispo trata da matéria “aparições”. Uma primeira, publicada em 1996, enquanto o mesmo ainda era bispo de São José dos Campos (diocese a qual pertence Jacareí). Nesta, não há menção alguma ao nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, muito menos, excomunhão, há somente algumas orientações pastorais. A segunda, publicada em 2007 e republicada em 2011, realmente traz explicitamente o nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, porém, nesta, a palavra “excomunhão” é sequer mencionada.

Ainda há um probleminha com esta segunda carta. O dito bispo (certamente pela providência de Nossa Senhora) foi transferido para a diocese de Santo André/SP em 2003, e, observem, a segunda carta publicada por ele ocorreu no ano de 2007, quando já havia deixado de ter jurisdição eclesiástica sobre a cidade de Jacareí. Portanto, o mesmo, ao editar esta carta, violou a jurisdição eclesiástica conferida a ele pela Igreja, e, ainda, violentou gravemente a autoridade de Dom Moacir, então, bispo da Diocese de São José dos Campos, que, se quisesse, poderia ter criado o maior caso com isso, pois Dom Nelson desrespeitou frontalmente e atropelou sua autoridade eclesiástica, uma verdadeira afronta. Então eu lhes pergunto, vocês ainda vão dar credibilidade a um documento irregular e eivado de vícios como esse?

Vale lembrar, que não é obrigatório seguir estas cartas circulares dos bispos. Não há heresia nem cisma nisso. Um católico somente pode ser acusado de cismático ou herege se atentar contra os Dogmas de Fé. Que eu saiba, carta circular de bispo não é Dogma de Fé. Como a primeira carta de Dom Nelson não condena as Aparições de Jacareí, e a segunda está irregular, pode-se dizer que não pesa condenação oficial e regular da Igreja sobre estas Santas Aparições. Além do mais, até o presente momento, Dom José Valmor, que atualmente tem jurisdição eclesiástica sobre Jacareí, não fez pronunciamento oficial sobre as mesmas. Documento oficial onde o Profeta Marcos foi excomungado, também é inexistente, portanto, qualquer informação que diga o contrário é fruto de pura “fofoca”.

Ressalto que em Jacareí, realmente, não damos tanta importância aos documentos do Vaticano. O que nós realmente valorizamos é a doutrina que nos foi transmitida pelos santos, como Santo Afonso, São Luiz, Santa Teresa, São João da Cruz, etc... Outro adendo que gostaria de acrescentar, diz respeito ao fato da obrigatoriedade ou não das Sagradas Mensagens Celestiais. A orientação predominante entre os teólogos católicos, de que não é obrigatório seguir as Aparições de Nossa Senhora, se funda em meras opiniões pessoais de alguns clérigos a respeito do assunto. Esta orientação não tem o caráter da infalibilidade papal e muito menos é um Dogma de Fé. Realmente, o catecismo atual traz algo nesse sentido, mas vale lembrar que o mesmo não recebeu o caráter da infalibilidade pelo Concílio Vaticano II. Bem ao contrário do Santo Catecismo do Concílio de Trento. Este sim, recebeu o caráter de infalível. Ocorre que nossa amada Igreja há muito se transviou de uma tradição bíblica milenar, através da qual o “Deus dos Exércitos” sempre manifestou sua vontade ao povo de Israel por meio de suas aparições aos profetas (mesmo fenômeno que ocorre com o, também, profeta Marcos Tadeu, pois os fenômenos miraculosos e de aparições que ocorrem naquele Santuário, são da mesma espécie dos verificados na Sagrada Bíblia).

Ora, nos tempos bíblicos não era através dos fariseus, saduceus, príncipes e doutores da lei (a Igreja oficial da época) que Deus dava as suas diretrizes ao povo eleito, mas sim, através dos profetas, em outras palavras, dos videntes. Nos primórdios do cristianismo, também ocorria assim, pois, a própria origem da nossa amada Igreja se funda nas “aparições” de Jesus aos apóstolos e discípulos. Então, por que esta tradição bíblica foi quebra? Será que é porque as aparições aos profetas cessaram? Errado, pois nos últimos 100 anos ocorreram mais de 1000 aparições de Nossa Senhora, dos santos e anjos, e até de Deus.
A pergunta correta é, por que o clero tenta abafar isso, pois grande parte, senão todas, destas aparições também foram acompanhadas de sinais miraculosos, como, curas inexplicáveis pela ciência, sinais na natureza, etc... Se Deus usava deste expediente nos tempos bíblicos, certamente deveria continuar a usá-lo nos tempos do catolicismo, pois uma grande verdade que a Teologia professa é que Deus é imutável. Não citarei as passagens bíblicas onde Deus manifesta sua vontade através dos videntes/profetas, pois se assim fizesse, teria que citar a Bíblia inteira, pois a própria formação e ensinamentos nela transmitidos se dão por este meio. Gostaria apenas de citar um pequeno exemplo de qual atitude deveremos tomar frente às Aparições de Jacareí, tomando por base a Bíblia. Saulo, quando se dirigia à cidade de Damasco e Jesus lhe “aparece” exclama: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9, 6). Naquela ocasião, Jesus disse a ele para procurar os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! O ordenou que entrasse na cidade de Damasco e ali lhe seria dito o que deveria fazer. Beleza. E quem Deus enviou para Saulo? Os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! Mas Ananias, um vidente. Como eu sei que Ananias era um vidente? As Sagradas Escrituras nos contam que foi uma aparição de Jesus que disse para ele ir procurar Saulo. É só conferir At 9, 10-16ss.

Outro exemplo foi Judas Iscariotes; este preferiu errar com a Igreja oficial da época (lembra né, fariseus e saduceus) que acertar sem ela. Bom... Errou mesmo! E segundo alguns santos místicos, como Maria de Ágreda, sua alma se encontra no inferno. Assim, a posição teológica defendida pela maioria dos teólogos atuais, de que as aparições não são obrigatórias, falando em termos de estudo teológico da atualidade, é perfeitamente passível de questionamento, e, inclusive, daria uma boa tese de doutoramento. É um posicionamento que pode ser mudado. Não é Dogma de Fé. Gostaria de finalizar este ponto dizendo o seguinte. Jesus tolerou para sempre aquela Igreja oficial da época (o judaísmo) que rejeitou o projeto que suas aparições aos Apóstolos (que também eram videntes) propunha? Claro que não!!! Por causa disso, Deus se retirou do meio daquela Igreja e passou a habitar no meio dos seus videntes, os apóstolos e discípulos, e, assim, surgiu a nossa amada Igreja Católica (Mt 21, 39-45).

Não é objetivo do Profeta Marcos Tadeu, nem de sua Ordem e muito menos de nós, a Milícia da Paz (formada por todos os fiéis seguidores daquele Santuário) provocar um cisma na Igreja. Nós apenas denunciamos os erros (prerrogativa esta, conferida aos leigos pelo próprio Concílio Vaticano II), lutamos para que a devoção a Nossa Senhora, aos santos e anjos seja colocada em seu devido lugar, e que as suas mensagens, e as dos demais santos, e até as de Deus, seja acolhida como nos tempos Bíblicos, pois acreditamos que se isto não for feito, irá se abater gigantescos cataclismos sobre a Terra, de uma tal magnitude que nunca houve, nem jamais haverá. Acreditamos que esta “palavra de Deus” transmitida nas aparições é o caminho e a única forma de salvar o mundo, e qualquer obra, ou pessoa, que ensine ou faça diferente do que elas dizem, é desprezada por nós. O motivo para isto é muito simples. Desde tempos remotos, as Aparições de Nossa Senhora (inclusive as não aprovadas pela Igreja) vêm dizendo o que aconteceria ao mundo se esta “palavra de Deus” não fosse obedecida. Resultado, tudo o que elas disseram, em um passado remoto, está se cumprindo na atualidade. Então, não há outra conclusão a se fazer, a não ser admitir que elas eram verdadeiras, e que o clero errou. Aliás, o histórico de erro do clero é algo realmente interessante. Basta citar a condenação que pesou durante 20 anos sobre as Santas Aparições de Jesus Misericordioso à Santa Faustina, e não foi por um “bispozinho” qualquer. Foi pelo próprio papa da época. Se não fosse a atuação do então Cardeal Karol Józef Wojtyła, futuro Papa João Paulo II, estas aparições estariam condenadas até os tempos atuais, e, certamente, você seria um grande opositor delas, não é? Infelizmente, como atualmente o número de Cardeais, e clérigos em geral, com este nível de espiritualidade é praticamente nulo... tadinha das aparições... snif. Praticamente nenhum deles entende de Teologia Mística, o estudo apropriado para se avaliar as aparições e estudá-las.

Além do mais, as aparições de La Salette, Lourdes e Fátima, para quem conhece mais a fundo sua história, verá que elas na verdade não foram aceitas pelo clero. Muito pelo contrário, este as combateu com todas as suas forças. Na realidade, o que ocorreu, é que os fiéis praticamente as fizeram descer goela abaixo na garganta do clero, de tal modo, que eles não tiveram outra opção a não ser aprová-las. E, mesmo nestas que foram aprovadas, o estrago que o clero fez é algo incomensurável. Não as divulgou como deveria; se o corpo incorrupto de Santa Bernadete estivesse no Santuário de Lourdes iria converter milhões de fiéis, no entanto está praticamente escondido no convento de Nevers; o corpo incorrupto de Santa Jacinta foi escondido dos fiéis; a esmagadora maioria dos vaticanistas da Itália é de acordo que, até hoje, o terceiro segredo de Fátima não foi revelado em sua integralidade; a consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu até os dias atuais, etc... E isso, só para citar os danos que me vem à mente neste momento.

No Santuário das Aparições de Jacareí, o Profeta Marcos está resgatando tudo aquilo que a Igreja e a sociedade tanto se esforçaram para extinguir, os escapulários, medalhas, mensagens, enfim, a salvação do mundo que Nossa Senhora nos revelou e ofereceu com tanto amor ao longo de suas aparições na história. Sem dúvida, lá está se cumprido a passagem da Escritura na qual se diz: “Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas...” Mt 13,52 É uma nova aparição que resgata todas, até as mais antigas. Portanto, se ainda quiserem seguir a doutrina da cabeça deste cara de que não precisamos de aparições, o problema é de vocês. Aliás, se formos pensar bem, porquê Deus, Nossa Senhora os anjos e os santos apareceriam, né? Afinal de contas, nosso mundo está uma verdadeira maravilha, não é? Não temos problemas de droga, prostituição, corrupção, degradação moral, depressão, decadência da Igreja, violência, roubos, assassinatos, guerras, miséria..., todos os sacerdotes são verdadeiros Serafins de santidade, enfim, o Vaticano está dando conta do recado... Só não está apresentando um desempenho melhor devido a um “pequeno” probleminha de tráfico de influência entre os altos clérigos, desvio de verbas do banco do Vaticano, looby gay entre os padres, pedofilia generalizada, um papa progressista e comunista..., mas, afinal de contas, são probleminhas fáceis de serem solucionados, né? É... Em um mundo maravilhoso e em ótimo funcionamento como esse, realmente não entendo o motivo de tantas aparições..."