Pesquisar no Blog

27 de mai de 2013

JACAREÍ, 25 DE MAIO DE 2013 - MENSAGEM DE NOSSA SENHORA - FESTA DO 28º ANIVERSÁRIO DAS APARIÇÕES DE OLIVETO CITRA

(Marcos): “Sim... Sim... Sim..., Farei sim. Queria aproveitar para dar-lhe os parabéns pelo aniversário das vossas Aparições em Oliveto Citra.
Oh Sí.. Sí! Bela Madonna Del Castello!”

MENSAGEM DE MARIA SANTÍSSIMA

“- Amados filhos Meus, hoje, quando estais comemorando o ANIVERSÁRIO DAS MINHAS APARIÇÕES EM OLIVETO CITRA, Eu, a Rainha do Castelo, a Mãe da Divina Misericórdia, vos dou novamente a Paz e digo-vos: Convertei-vos sem demora! As Minhas longuíssimas Aparições em Oliveto Citra e também aqui, bem como em tantos lugares do mundo, vos dizem que esta é a ultima vez que Eu venho ao mundo para chamá-lo à CONVERSÃO, à ORAÇÃO, e à PENITÊNCIA. Depois que estas minhas tão extraordinárias, longas e duradouras Aparições acabarem, não voltarei nunca mais a este mundo.
Vós, portanto, deveis apressar a vossa conversão, porque Deus vos chama, vos chama com um amor imenso de Pai a voltardes aos seus braços. Abri o vosso coração de modo que a graça de Deus possa entrar, nele fazer morada, e levar-vos a perfeita glorificação da Santíssima Trindade, a vossa perfeita santificação, para que este mundo imerso nas trevas do pecado possa encontrar enfim a Paz, a verdadeira vida que só se acha em Deus.

Convertei-vos sem demora! Porque o tempo que vos resta é muito pouco e vós meus filhos, passais os vossos dias numa completa inconsciência e indolência tanto a respeito daquilo que vai acontecer como a respeito também daquilo que já está acontecendo. Os sinais da grande apostasia, os sinais da grande rebelião do homem contra Deus e seus mandamentos, os sinais da perda de tantas almas bem como também os sinais das mudanças que aconteceriam no mundo, na natureza e nas nações já estão todos diante dos vossos olhos, e permaneceis como que cegos, indiferentes a tudo com os vossos corações completamente duros e imersos na mais profunda e completa escuridão espiritual.

Como é grande a vossa ruína! Como é grande, Meus filhos, a devastação que o pecado, que o Meu inimigo fez nas vossas almas. Elas, antes eram cidades belas e perfumadas onde Deus e Eu podíamos habitar. Mas agora, são um montão de ruínas onde somente áspides e escorpiões, víboras se aninham e ali põem os seus ovos para multiplicar em vós os pecados e as desordens cada vez mais.

Oh, voltai para Deus! Convertei-vos enquanto ainda há tempo para vós e enquanto eu, a Mãe da graça, do amor e da misericórdia, me deixo encontrar por vós. O Meu coração vos ama tanto, tanto! E eu não meço, nunca medi esforços para vos salvar mas, estou diante dos vossos corações, eles não se abrem . Somente vós podeis abri-los para Mim. Dai-me portanto, o vosso sim e eu entrarei com a graça de Deus nas vossas almas, transformando os pântanos de pecados que são as vossas almas, em jardins belos e perfumados onde todas as virtudes crescem, cada dia mais.

Estou convosco embora não me vejais. Conheço cada coisa, cada dor, cada sofrimento que vos acabrunha, que vos golpeia a cada dia. De tudo tenho ciência e para tudo eu , a Mãe da santa providência, procuro o remédio e a solução mais adequada. Se o senhor porventura vos deixar por um pouco de tempo a cruz não vos desespereis nem vos revolteis porque a cruz que o senhor dá não esmaga mas, antes, fortalece! Não mata, mas antes dá a vida, a vida da graça, a vida eterna. Quando fere, na verdade, cura, porque através dela vós ensina que somente em Deus tendes a vida. Somente nele e com Ele a vossa vida tem valor, somente nele encontrais a verdadeira alegria e somente com ele podereis verdadeiramente viver em paz, viver felizes e atingir a plenitude da santidade, da alegria e da perfeição para qual a vossa vida foi criada, para qual vós fostes criados. Quando a cruz vos pesa, Deus vos ensina que longe dele nada sois, sem Ele nada podeis fazer, fora dele o vosso destino é a morte, e a destruição, é a infelicidade eterna!

Por isso meus filhos, agradecei comigo ao Senhor que mesmo nas vossas provações age com misericórdia para curar-vos dos vossos pecados, desordens e maldades e vos reconduz ao caminho da conversão, da santificação e da vida. Mesmo aos justos, quando o Senhor deixa a cruz, na verdade, lhes dá a força para levá-la e com isso se tornam ainda muito mais justificados diante dele, e assim, o justo no coração de Deus cresce em valor meritório, em perfeição e sobretudo no amor e predileção que o Senhor o tem.

Eu vossa Mãe, quero levá-los a grande santidade. Mas, só poderei fazê-lo se vos me permitirdes e colaborardes comigo. Vinde! Dai-me vossos corações. Dai-me o vosso sim e vos levarei a Deus.

Que as Minhas Aparições em Oliveto Citra, que foram um dos avisos mais veementes que eu, a vossa Mãe do céu, dei a toda humanidade para que se converta e volte a Deus, seja para vós um móvel de todas as vossas ações, de todos os vossos trabalhos e, sobretudo levantai-vos soldados de Cristo e soldados meus! Vinde ajudar-me a levar ao conhecimento de todos os meus filhos as mensagens das minhas tão maravilhosas Aparições tanto em Oliveto Citra, como em Caravagio, como Aqui e em todos os lugares onde eu estou ou apareci.
Para que o mundo todo que até hoje não conhece o Meu amor de Mãe finalmente me conheça, me escute, atenda ao Meu chamado e comigo caminhe pela estrada da salvação e da paz. 
Sede honestos! Sede justos com o vosso próximo! Dai a vosso próximo o que é de vosso próximo. Não retenhais nada de ninguém! Se tiverdes pego algo de alguém, devolvei sem demora! Se tiverdes causado prejuízo material, financeiro, moral a alguém, reparai o dano devolvendo em dobro aquilo com que prejudicaste o vosso próximo! Não façais ao vosso próximo aquilo que não gostais que façam convosco.
Assim, sendo justos com vosso próximo, sereis agradáveis a Deus e agradáveis a mim, semelhantes a mim. Eu, que sempre fui justa e dei ao Meu próximo a honra que ele merecia, o respeito que merecia, bem como também o respeito aos seus bens, a sua honra e a sua vida.

Ide Meus filhos na paz do Senhor. Erguei agora os vossos terços que vou abençoá-los todos para que, onde quer que eles cheguem, chegue também a Minha benção e a Minha graça maternal... (grande pausa)

A todos, e especialmente a ti Marcos, o mais esforçado e dedicado dos Meus filhos, bem como a todos os Meus filhos que estão aqui e os que me ouvem agora, abençôo generosamente com amor...”

(Marcos) “Até breve! Até amanhã Senhora!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário