Pesquisar no Blog

AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL SAIBA MAIS! @Marcostaddeu Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427 e-mail: santuariodejacarei@gmail.com BLOG OFICIAL

20 de set de 2013

20 de setembro - Dia de Santa Cândida

Jacareí, 25 de dezembro de 2009 
Mensagem de Nossa Senhora e de Santa Candida

Natal do Senhor Jesus

Mensagem de Maria Santíssima

“-Meus filhos caríssimos, Eu Sou a Mãe do Filho de Deus encarnado feito Homem para vos salvar. Sou a Mãe do único e verdadeiro Deus, Jesus Cristo que deu a Sua vida na Cruz, para resgatar-Nos a todos e para Nos tornar verdadeiros filhos de Deus.

Esperai Comigo, cada dia mais no amor, na oração, na penitência, no sacrifício e na fé, o Seu Segundo Natal, a Segunda vinda do Meu divino Filho Jesus ao mundo que em breve acontecerá!

Tal como antes do Seu Nascimento houve a Anunciação, houveram a vós as vozes celestes, a voz de Gabriel que anunciou a Sua primeira vinda... Assim também, para vós já aconteceu a Segunda Anunciação, ou seja; O Anúncio do Segundo retorno do Senhor por meio das Minhas Aparições, espalhadas por toda a parte da terra, que desde há tantos anos chamam os homens à conversão. E avisam de que está próxima a vinda do Senhor Jesus sobre as nuvens do Céu em poder e glória para julgar céus e terra.

Assim como antes do Seu Nascimento, houve a Visitação, a Minha Visitação com Cristo à Minha prima Isabel em sua casa, assim também para vós já aconteceu a Visitação, a Segunda Visitação. Eu, juntamente com o Meu Filho, ou na pessoa Dele visitei no mundo todo, tantos e tantos países da terra com Minhas Aparições, Minhas Mensagens, Minhas lacrimações até de sangue, para avisar que o Senhor já está de regresso a vós, que o Amor volta a vós como Amor, que o Senhor já caminha entre vós para endireitar as suas veredas. E que Eu Sua Mãe, venho à frente Dele para aplainar todos os vales, para rebaixar todos os montes e para preparar uma estrada plana e certa para o Senhor, que chega a vós com os seus Anjos em grande majestade para renovar os Céus e a terra e para finalmente instaurar Seu Reino de amor entre vós!

Os sinais vos indicam portanto, que está próximo o Seu Segundo Natal... Esperai Comigo todos os dias na oração, na fé, na perseverança, na obediência pronta à Minha voz, na ilimitada entrega de cada um de vós nas Minhas Mãos. E, sobretudo, num contínuo e mesmo desejo ardente de amor, que o Senhor venha logo para purificar a terra de tantos crimes e tantas maldades, de tantos pecados e ofensas feitas contra Deus, contra esta vossa Mãe Celeste que tanto vos ama, de tantas injustiças feitas contra tantos dos Meus servos amados; que Me amam, que Me servem e que trabalham para Mim nesta terra. Para que assim o quanto antes, venha para vós um tempo de paz, de graça e de salvação que o Meu Coração suplica, implora e espera arduamente todos os dias!

Se vós vos unirdes à Minha voz se vós unirdes as vossas súplicas às Minhas, o Senhor apressará o passo e virá a vós, para vos dar finalmente a paz e a libertação tão esperada.

Eu desejo que a vossa vida seja um contínuo advento, vivido no amor, vivido na fé, vivido na esperança... Não vos abatam as contrariedades do mundo, não vos prostem as perseguições e injustiças dos homens que não crêem em Deus, que não O amam! Não vos paralisem jamais as maldades deste mundo, o gelo do egoísmo, do mal, da violência e do pecado e nem mesmo a aridez em que tantas vezes vos encontrais por causa dos vossos pecados. Lançai sempre o vosso olhar para Mim, que brilha para vós tal como aquela estrela brilhou para os Reis Magos, para conduzi-los até Nós na Gruta de Belém. Assim também, Eu brilho para vós hoje na noite deste mundo, para alumiar o vosso caminho e para vos fazer chegar em segurança Àquele que é a Verdade, o Caminho e a Vida...

Eu estou convosco todos os dias! E neste advento vos carrego nos Meus Braços, para que possais chegar firmes e confiantes diante do Meu Filho Jesus, que em breve virá a vós, não num trono de palhas como da primeira vez, mas num trono de nuvens. E Sua voz não será mais a de uma criança que chora de frio, mas sim, será uma voz mais potente do que cem trovões juntos. Ele reunirá diante de si os bons e os maus, os separará... os bons à direita, os maus à esquerda... Os bons entrarão no Seu Reino, os maus serão banidos para o reino de satanás e do fogo que nunca mais se apaga!

Meus filhos... quero ter-vos à Minha direita, quero ter-vos à direita do Meu Filho! Ficai portanto, ao Meu lado cumprindo com amor todas as Minhas Mensagens, seguindo-Me pela estrada que durante todos estes anos vos apontei. E então vos prometo, poderei dar-vos ao Meu Filho Jesus como o ouro mais precioso de virtudes, como o incenso mais perfumado de amor e de orações e como a mirra mais verdadeira e sincera de sacrifício e de fidelidade... A todos, neste momento abençôo generosamente...”


**********************************
Mensagem de Santa Cândida

“-Amados irmãos Meus, Eu, CÂNDIDA, serva do Senhor, de Maria santíssima e de São José saúdo-vos hoje e dou-vos a paz.

Durante toda a Minha vida amei muitíssimo ao Senhor! Quando O conheci graças à pregação de São Pedro, morri para Mim mesma e decidi seguir a corrente contrária da do mundo. Num instante, entreguei-Me completamente ao Senhor e procurei ser fiel à entrega que a Ele fiz, todos os dias de Minha vida. O mesmo hoje venho dizer-vos irmãos Meus:

Sede fiéis ao Senhor cada dia de vossa vida, procurando sempre e a todo o momento morrer para vós mesmos, cultivar em vós o verdadeiro amor a Deus, o amor que escolhe e coloca sempre em primeiro lugar o que é melhor para o Senhor, para a Sua Obra de salvação do que aquilo que é melhor para vós.

Sede fiéis ao Senhor, procurando cada dia seguir mais e mais pela estrada da humildade, do aniquilamento de vós mesmos, para que cada vez mais o vosso ‘eu’ corrompido, a vossa natureza rebelde e selvagem tantas vezes seja enfim domada, seja enfim pacificada, seja enfim submetida à vontade do Senhor.

O verdadeiro vencedor deste mundo, o verdadeiro vencedor do mundo não é aquele que ajunta muitas riquezas, que passa por homem sábio, que causa sensação nos outros com suas palavras e obras. Oh, não! O verdadeiro vencedor é aquele que vence-se a si mesmo, aquele que sujeita a sua vontade a do Senhor, aquele que sujeita a sua natureza ao amor do Senhor e à Sua bondade... Esse é o que venceu e esse é o que será considerado vencedor no Reino dos Céus.

Caminhai portanto cada dia no caminho do desprezo do mundo e de vós mesmos, da vossa vontade e das vossas inclinações corrompidas e assim cada dia crescereis mais, de vitória em vitória, até alcançar a vitória final, que é a vitória sobre a primeira morte, o inferno, e um dia no final do mundo, sereis os vencedores e conseguireis a maior vitória de todas: a vitória sobre a morte.

Vivereis eternamente em corpo e alma, glorificados com Deus e com a Sua Mãe para sempre e então os vossos hinos de louvor e de glória nunca mais cessarão, nunca mais sentireis cansaço, nunca mais vos aborrecereis com nada, nunca mais tereis nenhuma dor, nenhuma aflição ou uma angustia, porque as coisas do mundo, as coisas antigas já terão passado e o Senhor secará toda a lágrima e Ele mesmo será o cântico de alegria dos seus eleitos!

Grande é a recompensa, por isso também é grande a luta que se deve travar para conseguir a vitória e eu estou aqui, cheia de amor para vos ajudar a conseguirdes esta grande e imortal vitória e para fazer-vos entrar triunfantes entre os Anjos no Céu como Eu entrei.

Sede fiéis ao Senhor, caminhando cada dia mais no caminho do amor generoso, que nada nega ao Senhor, que nada reserva para si, que nada busca ou deseja fora daquilo que o Senhor mesmo vos mostra cada dia pela Sua Palavra, pelas Mensagens, pela união profunda de vossas almas com Ele na oração, pela vida de intimidade e pela união cada vez mais forte e perfeita da vossa vontade à vontade Dele. Desta forma, a vossa alma crescerá cada dia mais, como uma flor bela e perfumada e desabrochará para a maior glória do Senhor, para maior alegria do Coração da Virgem Maria e para a maior santificação deste mundo.

Sede fiéis ao Senhor, nestes tempos de apostasia em que viveis, nestes tempos da grande tribulação em que viveis, nestes tempos finais em que viveis em que vós sois chamados a sofrer muito, muito mesmo, devido à grande maldade que recobre toda a terra e devido ao grande afastamento de Deus em que a maioria dos homens caíram. Por causa deles os vossos dias são pontilhados de sofrimento, dor e cruz. Mas não, não vos esqueçais nunca Daquele que disse:

‘Eu estarei convosco, até o fim do mundo. Coragem! No mundo tereis aflições, mas Eu venci o mundo. ’

Aquele que disse isso continua vivo e sua parábola continua valendo. Ela valeu para Mim, Eu confiei nela: não fui confundida! Vós também, ao cofiardes no Senhor, embora sofrais, não sereis desamparados, pois Ele é o vosso Senhor que conduz o barco da vossa vida por águas tumultuosas. Muitas vezes pensais que Ele dorme, como dormiu na barca dos Apóstolos e muitas vezes pensais que naufragareis, mas, a uma só palavra Dele no momento certo todos os ventos se acalmarão, a agitação do mar cessará e a paz regressará à vossa vida. Por isso, amados irmãos, confiai no Senhor que é fiel àqueles que lhe são fiéis.

Sede fiéis ao Senhor, procurando cada dia mais viver no amor de Deus, no amor da Santíssima Trindade, na ‘fornalha’ dos Sacratíssimos Corações de Jesus, Maria e José, para que então, a vossa vida cheia do fogo divino, irradiando o calor deste fogo, possa aquecer outros corações que estão regelados e já se tornaram verdadeiras calotas polares*, tão frios e longes do amor de Deus estão!

Eu estou convosco para ajudar-vos a irradiar o calor do fogo do Senhor, para que muitas almas tornem-se um só no amor com Deus, com a Virgem Maria, Conosco os Santos e Anjos, de forma que o mundo todo seja abrasado e se torne a fornalha ardentíssima de amor que o Sagrado Coração tanto deseja e que a Virgem Santa tanto reza para que se tornem. Estou convosco todos os dias, quero rezar o Rosário convosco sempre. Rezai-o com amor, pois esta oração bendita, que Eu não conheci no Meu tempo, pois ela ainda não existia como vós a conheceis agora, essa oração é a oração predileta do Céu, a oração escolhida para conduzir milhões e milhões de almas para a glória celeste. Oh, sim! Quantas almas já estavam presas entre as unhas do dragão infernal e que a oração do Santo Rosário num instante libertou e conduziu pelo caminho da salvação!!! Abraçai esta oração com amor! Rezai o Rosário com todo o ardor do vosso coração e crede: se Eu pudesse voltar à terra novamente, somente para rezar um Rosário bem rezado que fosse, Eu voltaria, tamanho é o valor, o mérito e o poder desta oração! Não podeis imaginar quanto o Rosário é agradável ao Senhor, se rezado com amor, devoção e confiança perfeitos! Estou convosco, portanto, para ajudar-vos a rezá-lo bem, com o coração ou seja; renunciando a vossa vontade e conformando a vossa com a do Senhor pelo Rosário. Assim, a vossa oração produzirá frutos de santidade cem por um e vossas Ave Marias tornar-se-ão verdadeiras ‘rosas místicas’ que subirão ao Céu e que adornarão a morada que Santíssima Virgem lá vos prepara todos os dias, para que lá chegueis e sejais felizes com Ela para sempre!

Amados irmão Meus, sede fiéis ao Senhor na cruz, no sofrimento e ficai a saber que toda cruz, todo sofrimento desta terra, no Céu converter-se-ão em outros milhares e milhares de gozos que tereis em abraçar o Senhor e a Sua Mãe, em vê-Los face a face e em descansar suspirando de amor e de alegria para sempre no colo Deles, na Eterna Glória. Vede: o Céu vos escolheu, o Céu vos amou primeiro! Quando São Pedro Me disse que Jesus havia Me amado primeiro e que Ele havia dado a Sua vida por Mim antes mesmo de que Eu O conhecesse, mesmo quando ainda era inimiga Dele pelo pecado, mesmo quando ainda não era resgatada, mesmo quando ainda não O podia amar, senti-Me presa de amor e o Meu coração apegou-se ao de Jesus e de Maria, fundiu-se com o Deles no amor para sempre!

O Senhor vos amou primeiro! O Senhor se entregou à morte por vós, antes mesmo que vós pudésseis conhecê-Lo, amá-Lo ou fazer qualquer coisa para merecer o amor Dele! Que isto também prenda o vosso coração de amor, funda o vosso coração de amor com os Corações de Jesus e Maria no amor para que, vivendo assim como Eu, ardendo e consumindo-se incessantemente de amor vós possais subir ao Céu como incenso perfumado que se queima no altar do Senhor e sobe até os Olhos Dele para alegrá-Lo, glorificá-Lo e amá-Lo perfeitamente.

Estou convosco, mesmo que não Me vejais, podeis sentir-Me na oração profunda. Rezai-Me muito e Eu alcançarei muitas graças do Céu para vós.

A todos, neste momento, abençôo com todo o Meu coração e sobre vós invoco as mais copiosas graças do Menino Deus!”


**************************************************
Santa Cândida-séc. III 

A primeira referência sobre santa Cândida foi encontrada no calendário da Igreja de Córdoba e em alguns documentos da antiga Galícia, ambas na Espanha. Mas foi pela tradição cristã do povo napolitano, na Itália, que se concluiu a história desta santa. 




A vida cristã de Cândida iniciou quando ela foi convertida, segundo essa tradição, pelo próprio apóstolo Pedro, de passagem por Nápoles.


Naquela época, o apóstolo, com destino a Roma, atravessou Nápoles, onde a primeira pessoa que encontrou na estrada foi a pequena Cândida.

Percebeu, imediatamente, que a pobre criança estava doente. Parou e perguntou-lhe se conhecia a palavra de Jesus Cristo.

Diante da negativa e em seu ardor de levar a mensagem do Evangelho, Pedro falou-lhe da Boa-Nova, da fé e da religião dos cristãos; curou-a dos males que sofria e a converteu em Cristo. 



Assim, Cândida foi colhida pela luz de Deus e curada do físico e da alma.


Chegou em casa falando sobre o cristianismo e contando tudo o que o apóstolo Pedro lhe dissera. Muito intrigado e confuso, Aspreno, um parente que a criava, saiu para procurá-lo. Quando se encontraram, com muito zelo Pedro converteu também Aspreno, que o hospedou em sua modesta casa por alguns dias.


O apóstolo acabou por catequizar os dois e, em seguida, batizou-os e ministrou-lhes a primeira eucaristia durante a celebração da santa missa. Esse local recebeu o nome de "Ara Petri", que significa Altar de Pedro.

Depois, antes de partir, o apóstolo consagrou Aspreno primeiro bispo de Nápoles e pediu para a pequena Cândida continuar com a evangelização, salvando as almas para Nosso Senhor Jesus Cristo. 


Aquele lugar onde fora celebrada a santa missa por são Pedro tornou-se de grande veneração por Cândida.

Ela deixou seu lar com todos os confortos, preferindo passar seus dias numa gruta escura nas proximidades de "Ara Petri", onde vivia em penitência e oração, catequizando e convertendo muitos pagãos.

Após alguns anos, o número de cristãos havia aumentado muito. Por isso, quando o imperador romano ordenou as perseguições contra a Igreja, os convertidos foram obrigados a fugir ou esconder-se.

Então, o bispo Aspreno embarcou Cândida, junto com outros cristãos, com destino a Cartago, no norte da África, tentando mantê-los a salvo da implacável perseguição, mas não conseguiu.


Foram alcançados, presos e torturados. Cândida foi levada a julgamento e condenada à morte porque se negou a renunciar à fé em Cristo. 



No Martirológio Romano, encontramos registrado que a virgem e mártir cristã

Cândida morreu no Anfiteatro dos martírios de Cartago, no dia 20 de setembro. Suas relíquias, encontradas nas Catacumbas de Priscila, agora estão guardadas na igreja Santa Maria dos Milagres, em Roma.


Muitos séculos mais tarde, pesquisas arqueológicas feitas na cidade de Nápoles encontraram no local "Ara Petri" um antigo cemitério de cristãos. O fato colocou ainda mais devoção sobre a figura de santa Cândida, eleita pelos fiéis como padroeira das famílias e dos doentes. Ela recebe, no dia 20 de setembro, as tradicionais homenagens litúrgicas confirmadas pela Igreja.


Ela é representada na Igreja com uma veste branca, a aura em torno da cabeça e expressão de êxtase, com o evangelho e a cruz de Cristo. Também pode ser encontrada carregando a palma dos mártires, segurando o copo cheio de sangue ou ainda com uma espada e o copo cheio de sangue nas mãos.

Santa Cândida protege os inocentes e santifica as festas, dança e entretenimento. É o inimiga de sacrifícios sangrentos e promessas que não possam ser cumpridas, prefere os simples de coração as pessoas para aqueles com pretensões de grande porte.

Santa Cândida…. Rogai por nós!



*************************************************

TELEFONE DO SANTUÁRIO
0xx12 99701 2427

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ

(FEITA POR UM PEREGRINO, AO CONTEMPLAR UM VÍDEO FALANDO MAL DAS MESMAS CITADAS ACIMA, E SOBRE A CARTINHA DO BISPO DA ÉPOCA, ALEGANDO QUE AS APARIÇÕES NÃO ERAM VERDADEIRAS)

NÃO SEI QUEM FEZ MAS PRA MIM ESSA PESSOA MERECIA UMA MEDALHA DE HONRA DE NOSSA SENHORA POR ESTA BELA DEFESA

"Quando você diz que devemos dar ouvidos ao que os padres dizem a respeito das aparições de Jacareí, corre em um ledo engano, pois, a “opinião pessoal” deles é que não pode ser elevado ao nível de “dogma de fé”. As cartas de Dom Nelson são muito citadas pelos que latem que estas Sagradas Aparições são falsas. Portanto, mister se faz alguns esclarecimentos. Há duas cartas oficiais onde este indigitado bispo trata da matéria “aparições”. Uma primeira, publicada em 1996, enquanto o mesmo ainda era bispo de São José dos Campos (diocese a qual pertence Jacareí). Nesta, não há menção alguma ao nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, muito menos, excomunhão, há somente algumas orientações pastorais. A segunda, publicada em 2007 e republicada em 2011, realmente traz explicitamente o nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, porém, nesta, a palavra “excomunhão” é sequer mencionada.

Ainda há um probleminha com esta segunda carta. O dito bispo (certamente pela providência de Nossa Senhora) foi transferido para a diocese de Santo André/SP em 2003, e, observem, a segunda carta publicada por ele ocorreu no ano de 2007, quando já havia deixado de ter jurisdição eclesiástica sobre a cidade de Jacareí. Portanto, o mesmo, ao editar esta carta, violou a jurisdição eclesiástica conferida a ele pela Igreja, e, ainda, violentou gravemente a autoridade de Dom Moacir, então, bispo da Diocese de São José dos Campos, que, se quisesse, poderia ter criado o maior caso com isso, pois Dom Nelson desrespeitou frontalmente e atropelou sua autoridade eclesiástica, uma verdadeira afronta. Então eu lhes pergunto, vocês ainda vão dar credibilidade a um documento irregular e eivado de vícios como esse?

Vale lembrar, que não é obrigatório seguir estas cartas circulares dos bispos. Não há heresia nem cisma nisso. Um católico somente pode ser acusado de cismático ou herege se atentar contra os Dogmas de Fé. Que eu saiba, carta circular de bispo não é Dogma de Fé. Como a primeira carta de Dom Nelson não condena as Aparições de Jacareí, e a segunda está irregular, pode-se dizer que não pesa condenação oficial e regular da Igreja sobre estas Santas Aparições. Além do mais, até o presente momento, Dom José Valmor, que atualmente tem jurisdição eclesiástica sobre Jacareí, não fez pronunciamento oficial sobre as mesmas. Documento oficial onde o Profeta Marcos foi excomungado, também é inexistente, portanto, qualquer informação que diga o contrário é fruto de pura “fofoca”.

Ressalto que em Jacareí, realmente, não damos tanta importância aos documentos do Vaticano. O que nós realmente valorizamos é a doutrina que nos foi transmitida pelos santos, como Santo Afonso, São Luiz, Santa Teresa, São João da Cruz, etc... Outro adendo que gostaria de acrescentar, diz respeito ao fato da obrigatoriedade ou não das Sagradas Mensagens Celestiais. A orientação predominante entre os teólogos católicos, de que não é obrigatório seguir as Aparições de Nossa Senhora, se funda em meras opiniões pessoais de alguns clérigos a respeito do assunto. Esta orientação não tem o caráter da infalibilidade papal e muito menos é um Dogma de Fé. Realmente, o catecismo atual traz algo nesse sentido, mas vale lembrar que o mesmo não recebeu o caráter da infalibilidade pelo Concílio Vaticano II. Bem ao contrário do Santo Catecismo do Concílio de Trento. Este sim, recebeu o caráter de infalível. Ocorre que nossa amada Igreja há muito se transviou de uma tradição bíblica milenar, através da qual o “Deus dos Exércitos” sempre manifestou sua vontade ao povo de Israel por meio de suas aparições aos profetas (mesmo fenômeno que ocorre com o, também, profeta Marcos Tadeu, pois os fenômenos miraculosos e de aparições que ocorrem naquele Santuário, são da mesma espécie dos verificados na Sagrada Bíblia).

Ora, nos tempos bíblicos não era através dos fariseus, saduceus, príncipes e doutores da lei (a Igreja oficial da época) que Deus dava as suas diretrizes ao povo eleito, mas sim, através dos profetas, em outras palavras, dos videntes. Nos primórdios do cristianismo, também ocorria assim, pois, a própria origem da nossa amada Igreja se funda nas “aparições” de Jesus aos apóstolos e discípulos. Então, por que esta tradição bíblica foi quebra? Será que é porque as aparições aos profetas cessaram? Errado, pois nos últimos 100 anos ocorreram mais de 1000 aparições de Nossa Senhora, dos santos e anjos, e até de Deus.
A pergunta correta é, por que o clero tenta abafar isso, pois grande parte, senão todas, destas aparições também foram acompanhadas de sinais miraculosos, como, curas inexplicáveis pela ciência, sinais na natureza, etc... Se Deus usava deste expediente nos tempos bíblicos, certamente deveria continuar a usá-lo nos tempos do catolicismo, pois uma grande verdade que a Teologia professa é que Deus é imutável. Não citarei as passagens bíblicas onde Deus manifesta sua vontade através dos videntes/profetas, pois se assim fizesse, teria que citar a Bíblia inteira, pois a própria formação e ensinamentos nela transmitidos se dão por este meio. Gostaria apenas de citar um pequeno exemplo de qual atitude deveremos tomar frente às Aparições de Jacareí, tomando por base a Bíblia. Saulo, quando se dirigia à cidade de Damasco e Jesus lhe “aparece” exclama: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9, 6). Naquela ocasião, Jesus disse a ele para procurar os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! O ordenou que entrasse na cidade de Damasco e ali lhe seria dito o que deveria fazer. Beleza. E quem Deus enviou para Saulo? Os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! Mas Ananias, um vidente. Como eu sei que Ananias era um vidente? As Sagradas Escrituras nos contam que foi uma aparição de Jesus que disse para ele ir procurar Saulo. É só conferir At 9, 10-16ss.

Outro exemplo foi Judas Iscariotes; este preferiu errar com a Igreja oficial da época (lembra né, fariseus e saduceus) que acertar sem ela. Bom... Errou mesmo! E segundo alguns santos místicos, como Maria de Ágreda, sua alma se encontra no inferno. Assim, a posição teológica defendida pela maioria dos teólogos atuais, de que as aparições não são obrigatórias, falando em termos de estudo teológico da atualidade, é perfeitamente passível de questionamento, e, inclusive, daria uma boa tese de doutoramento. É um posicionamento que pode ser mudado. Não é Dogma de Fé. Gostaria de finalizar este ponto dizendo o seguinte. Jesus tolerou para sempre aquela Igreja oficial da época (o judaísmo) que rejeitou o projeto que suas aparições aos Apóstolos (que também eram videntes) propunha? Claro que não!!! Por causa disso, Deus se retirou do meio daquela Igreja e passou a habitar no meio dos seus videntes, os apóstolos e discípulos, e, assim, surgiu a nossa amada Igreja Católica (Mt 21, 39-45).

Não é objetivo do Profeta Marcos Tadeu, nem de sua Ordem e muito menos de nós, a Milícia da Paz (formada por todos os fiéis seguidores daquele Santuário) provocar um cisma na Igreja. Nós apenas denunciamos os erros (prerrogativa esta, conferida aos leigos pelo próprio Concílio Vaticano II), lutamos para que a devoção a Nossa Senhora, aos santos e anjos seja colocada em seu devido lugar, e que as suas mensagens, e as dos demais santos, e até as de Deus, seja acolhida como nos tempos Bíblicos, pois acreditamos que se isto não for feito, irá se abater gigantescos cataclismos sobre a Terra, de uma tal magnitude que nunca houve, nem jamais haverá. Acreditamos que esta “palavra de Deus” transmitida nas aparições é o caminho e a única forma de salvar o mundo, e qualquer obra, ou pessoa, que ensine ou faça diferente do que elas dizem, é desprezada por nós. O motivo para isto é muito simples. Desde tempos remotos, as Aparições de Nossa Senhora (inclusive as não aprovadas pela Igreja) vêm dizendo o que aconteceria ao mundo se esta “palavra de Deus” não fosse obedecida. Resultado, tudo o que elas disseram, em um passado remoto, está se cumprindo na atualidade. Então, não há outra conclusão a se fazer, a não ser admitir que elas eram verdadeiras, e que o clero errou. Aliás, o histórico de erro do clero é algo realmente interessante. Basta citar a condenação que pesou durante 20 anos sobre as Santas Aparições de Jesus Misericordioso à Santa Faustina, e não foi por um “bispozinho” qualquer. Foi pelo próprio papa da época. Se não fosse a atuação do então Cardeal Karol Józef Wojtyła, futuro Papa João Paulo II, estas aparições estariam condenadas até os tempos atuais, e, certamente, você seria um grande opositor delas, não é? Infelizmente, como atualmente o número de Cardeais, e clérigos em geral, com este nível de espiritualidade é praticamente nulo... tadinha das aparições... snif. Praticamente nenhum deles entende de Teologia Mística, o estudo apropriado para se avaliar as aparições e estudá-las.

Além do mais, as aparições de La Salette, Lourdes e Fátima, para quem conhece mais a fundo sua história, verá que elas na verdade não foram aceitas pelo clero. Muito pelo contrário, este as combateu com todas as suas forças. Na realidade, o que ocorreu, é que os fiéis praticamente as fizeram descer goela abaixo na garganta do clero, de tal modo, que eles não tiveram outra opção a não ser aprová-las. E, mesmo nestas que foram aprovadas, o estrago que o clero fez é algo incomensurável. Não as divulgou como deveria; se o corpo incorrupto de Santa Bernadete estivesse no Santuário de Lourdes iria converter milhões de fiéis, no entanto está praticamente escondido no convento de Nevers; o corpo incorrupto de Santa Jacinta foi escondido dos fiéis; a esmagadora maioria dos vaticanistas da Itália é de acordo que, até hoje, o terceiro segredo de Fátima não foi revelado em sua integralidade; a consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu até os dias atuais, etc... E isso, só para citar os danos que me vem à mente neste momento.

No Santuário das Aparições de Jacareí, o Profeta Marcos está resgatando tudo aquilo que a Igreja e a sociedade tanto se esforçaram para extinguir, os escapulários, medalhas, mensagens, enfim, a salvação do mundo que Nossa Senhora nos revelou e ofereceu com tanto amor ao longo de suas aparições na história. Sem dúvida, lá está se cumprido a passagem da Escritura na qual se diz: “Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas...” Mt 13,52 É uma nova aparição que resgata todas, até as mais antigas. Portanto, se ainda quiserem seguir a doutrina da cabeça deste cara de que não precisamos de aparições, o problema é de vocês. Aliás, se formos pensar bem, porquê Deus, Nossa Senhora os anjos e os santos apareceriam, né? Afinal de contas, nosso mundo está uma verdadeira maravilha, não é? Não temos problemas de droga, prostituição, corrupção, degradação moral, depressão, decadência da Igreja, violência, roubos, assassinatos, guerras, miséria..., todos os sacerdotes são verdadeiros Serafins de santidade, enfim, o Vaticano está dando conta do recado... Só não está apresentando um desempenho melhor devido a um “pequeno” probleminha de tráfico de influência entre os altos clérigos, desvio de verbas do banco do Vaticano, looby gay entre os padres, pedofilia generalizada, um papa progressista e comunista..., mas, afinal de contas, são probleminhas fáceis de serem solucionados, né? É... Em um mundo maravilhoso e em ótimo funcionamento como esse, realmente não entendo o motivo de tantas aparições..."